(pt) Denúncia de um trabalhador do Hospital Lusíadas em Lisboa -- Sexta-feira, 5 de Agosto de 2016

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Domingo, 7 de Agosto de 2016 - 16:41:04 CEST


Venho em nome de todos os que têm medo de falar ou são oprimidos para tal denunciar o 
ambiente que se vive no Hospital Lusíadas Lisboa. Penso que não será do conhecimento dos 
administradores a política praticada neste hospital nas receções. ---- Os responsáveis da 
coordenação e da receção praticam atos condenáveis não só perante a lei do trabalho bem 
como face à constituição portuguesa. Todo o ambiente vivido pelos trabalhadores é de 
opressão, pressão psicológica, xenofobia em alguns casos, falta de respeito, integridade e 
honestidade. ---- Se por algum motivo nos manifestarmos contra algo que não concordamos 
estamos a abrir uma guerra direta com as chefias. Depois estas perseguem os trabalhadores, 
mudando-os de receção como “castigo”, fazem pressão psicológica, ameaças, controlo 
abusivo, em alguns casos há xenofobia, estagnação da carreira evolutiva, entre outras coisas.

Só há possibilidade de se evoluir se fizermos o que os responsáveis querem, de outra forma 
não é possível, preferem aumentar uma pessoa que está no hospital há um, dois ou três anos 
do que aumentarem os que estão há muitos mais anos na casa. Há uma discrepância horrível 
em termos de salários base (sem nomear os colegas que estão na Urgência): há quem receba o 
mesmo desde que entrou, como depois há pessoas na receção com diferença salarial de 50 a 
100€, há quem esteja com categoria I e outras pessoas com categorias acima quando há 
pessoas com os mesmos anos e não têm a mesma categoria... Isto deve-se às chamadas cunhas 
ou favoritismos e, por vezes, nem está relacionado com o que as pessoas produzem ou 
trabalham realmente.

Infelizmente nesta unidade hospitalar em Lisboa existe uma rede interna de influências 
enorme e não podemos ficar de braços cruzados perante tal discriminação e injustiça.
Nos dias de hoje e conforme a lei regula assédio laboral é punido por lei. As chefias da 
receção já o fizeram a tantos colaboradores que não se percebe como é possível continuarem 
nos seus postos...

Somos a cara diária do hospital para o cliente. Somos uma peça fundamental na empresa!! 
Por isso pedimos uma investigação acerca destes abusos por parte das chefias diretas da 
receção do Hospital Lusíadas Lisboa!


More information about the A-infos-pt mailing list