(pt) France, Alternative Libertaire AL - Unidade de solidariedade demonstração com os migrantes: "A liberdade de circulação!" (en, it, fr) [traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Terça-Feira, 6 de Outubro de 2015 - 12:47:51 CEST


Enquanto os políticos e éditocrates são deleitavam-se a actual situação de sofrimento e 
miséria de milhares de homens, mulheres e crianças jogadas nas estradas para escapar da 
guerra e da morte, devemos responder ao racismo tornar visível a centenas de atos 
coletivos e individuais diárias de solidariedade e de hospitalidade que mostram claramente 
que, em França, como noutros países da UE que ainda não conseguiu se virar sem a sua 
pílula xenófoba e nacionalista sujo. ---- Não, nós não somos enganados pela 
responsabilidade das nossas "elites" (governo, empregadores, da UE, da NATO, FMI, etc.) 
sobre a guerra e desestabilização regional, e por trás da palavra "réfugié.es", estes são 
Trabalhadores reconhecemos e com quem vamos lutar por dignidade e justiça social! Chamada 
Libertaire alternativa para eventos unitários, domingo, 4 de outubro de 2015 às 15h em 
Paris. O início é fixado em 15 horas Bastille em direção República.

Leia também:

Editorial: A liberdade de negociar
Réfugié.es: um exemplo de solidariedade de imitar populares
Refugee-es: Combat mito da invasão
Chamada Unit: "A liberdade de circulação! "

O recente afluxo de migrantes e tragédias resultantes das fronteiras da Europa provoca um 
movimento de indignação.

As guerras no Oriente Médio e África do forçando milhões de pessoas. Alguns tentam entrar 
na União Europeia, para o refúgio, para viver e trabalhar lá.

Não podemos esquecer a responsabilidade das potências ocidentais no caos das áreas 
afetadas pelo êxodo, por causa da intervenção militar e políticas de livre comércio.

Em França, as condições de acolhimento que são reservados para os migrantes são indignos, 
muitas vezes obrigados a dormir na rua e cuidados privados, os seus direitos fundamentais 
são violados.

As situações trágicas que os migrantes vivem, a solidariedade está crescendo. No entanto 
louvável que seja, eles não podem responder inteiramente a um problema que é 
essencialmente político.

A principal resposta da Europa é a militarização das fronteiras. Fechando fronteiras é 
criminal.

Dada esta situação, n''y outra alternativa senão abrir as fronteiras. Refugiados Qu''ils 
ser nomeados, os migrantes indocumentados, exigimos direitos iguais para todos, 
autorizações de residência, o acesso aos cuidados de saúde e habitação.

E, dada a urgência da situação fronteiras abertas, a liberdade de movimento para todos.

Chamamos a protestar domingo, 4 de outubro às 15h (a partir Place de la Bastille)

Signatários:

AL (Alternativa Libertaire) ATMF (Associação dos norte Trabalhadores Africanos em França), 
CAPJPO-EuroPalestine, CGT educ'action 93 CISPM (Coalizão Internacional de imigrantes em 
situação irregular e) 3 C Collective, sem voz Coletiva Paris-18 , Diel (Direitos aqui e 
ali para baixo) Droits devant!!, Juntos!, FA (Federação Anarquista), FASTI (Federação das 
Associações de solidariedade com tou-te-s o imigrante-es), Igualdade das Mulheres, LO 
(Luta Operária ), ensino médio Migrantes Jean-Quarré, Mouvement Utopia, 
Nanterre-Palestina, NPA (Novo Partido Anti-Capitalista), OFC, RESF (Rede de Educação sem 
fronteiras), Solidaires 92 Solidaires Paris, strass, Educação Sul 75, Departamental União 
CGT Paris, UJFP (Francês União Judaica para a Paz), UNSP (União Nacional dos imigrantes 
ilegais) ...

http://www.alternativelibertaire.org/?Manifestation-unitaire-de


More information about the A-infos-pt mailing list