(pt) France, Alternative Libertaire AL #253 (Oct) - François Dalemer (Comitê de Apoio do campo de Austerlitz): "Os migrantes são quase todos alojados" (en, it, fr) [traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sábado, 7 de Novembro de 2015 - 11:01:49 CET


Na quinta-feira, 17 de setembro ocorreu a evacuação de dois assentamentos dos migrantes e 
migrante, um situado em Paris XVIII de Paris, a outra nas margens da ponte Austerlitz. Um 
membro do comitê de apoio acampamento último, François Dalemer, discute ações a pedido de 
migrantes do campo desde o início do verão. ---- Libertaire Alternativa: Qual tem sido o 
comitê de apoio? ---- François: O acampamento existia desde o Verão de 2014, mas 
manteve-se menos visível do que a de La Chapelle, por exemplo. Em Junho de 2015, uma ordem 
de expulsão foi, no entanto, necessário para o acampamento de Austerlitz, e RESF então 
contactado várias organizações, associações, sindicatos e política; até então, muitas 
associações foram envolvidos, mas a coordenação. O primeiro encontro reuniu organizações 
(Cimade, Cedar Catholic Relief - Centro de apoio aos requerentes de asilo e refugiados) e 
RESF, sindicatos CGT local e solidários, o PC, os Verdes ea Esquerda Juntos particular, 
mas também os habitantes e residentes.

Quais foram os desafios em termos de acções de apoio organização?

A comissão organizada apenas em torno dos suportes. Posteriormente, alguns dos membros 
conseguiu impor a ideia de que os migrantes e os migrantes são a base para decisões 
relativas ao apoio a prestar. Em seguida, os migrantes estavam presentes nas reuniões do 
comitê de apoio. E quando as propostas foram feitas pela comissão, estes foram depois 
debatidas AG depois de dois dias sobre o acampamento por migrantes. No início de agosto, 
apoiantes e os migrantes são particularmente orientada para acções de visibilidade, com um 
primeiro evento no sentido de Austerlitz Bastille 07 de agosto, e vários outros, até o 
final de agosto. A comissão também organizou linhas directas para a gestão da vida diária, 
com acções de fornecimento de alimentos.

Quais foram as reclamações contra a ordem de expulsão e para prefeito?

Migrantes exigindo soluções sustentáveis para habitação, com a questão central que não há 
distinção, triagem, entre os migrantes e migrante. Este ponto foi muito consensual no 
coletivo. Acompanhamento e assistência jurídica para os pedidos de asilo também foram 
solicitados. O comitê de apoio tem estado em contacto com a prefeitura décimo terceiro em 
tudo durante todo o verão. Este, sem dúvida, ajudou a impor a nossa presença durante a 
evacuação, mas também tendem a empurrar para a inação, alguns membros que se recusam a 
invocar directamente a responsabilidade da Câmara Municipal, que é, no entanto, o primeiro 
a ter recusado qualquer proposta deslocalização imediata, com o fundamento de que não 
tinha ainda a aprovação do tribunal para uma expulsão pela força. Ainda assim, ela poderia 
muito bem oferecer realojamento para migrantes sem esta decisão legal, desaparecimento 
apenas o desafio para ela sempre foi do campo, não a dignidade das pessoas em causa.

Finalmente expulsão, assim, teve lugar 17 de setembro de qual era o papel do comitê de apoio?

A plataforma foi desenvolvida, incluindo por exemplo a presença de membros do comitê de 
apoio durante o despejo do acampamento e os carros ea incapacidade para separar os grupos 
de migrantes que conheciam. Migrantes e imigrantes estão agora quase todos acomodados, e 
que são requerentes de asilo ou não, o que é um ponto importante que as reivindicações 
poderiam ser satisfeitas através da mobilização. Eles e elas estão em muitas estruturas, 
às vezes longe de Paris, mas as condições de habitação parecem relativamente satisfatória 
para agora. No entanto, estas acomodações são fornecidos somente por um mês. Espera-se 
também que os migrantes e os migrantes atender muito rapidamente para OFII (Instituto 
Francês para Integração e Imigração) a apresentarem as suas aplicações. Comitê de Apoio da 
permanência será realizada regularmente, a fim de continuar a acompanhar a situação.

Entrevista por Violaine (G 93)

http://www.alternativelibertaire.org/?Francois-Dalemer-comite-de-soutien


More information about the A-infos-pt mailing list