(pt) Movimento de Organização de Base (MOB) - A terceirização não beneficia os/as trabalhadores/as!

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 28 de Maio de 2015 - 09:44:02 CEST


Panfleto distribuído em 01/05/2015 por ocasião do dia do trabalhador e da trabalhadora 
---- Ao contrário do que muito se fala, o dia 1 º de maio não é o dia do trabalho, mas sim 
o dia dos trabalhadores e trabalhadoras. É um dia especial para fazer uma reflexão sobre o 
que está bom e o que está ruim na condição de vida daqueles e daquelas que todos dias 
contribuem com seu trabalho, seu tempo e energia para a construção da sociedade. ---- O 
Projeto de Lei 4330, mais conhecido como PL da Terceirização, foi aprovado na Câmara dos 
Deputados e agora segue para o Senado. Se aprovado, pode significar uma grande perda para 
os trabalhadores e trabalhadoras. Isto porque, este projeto ataca os direitos que os 
trabalhadores e trabalhadoras deram duro para conquistar. Terceirização é quando uma 
empresa pública ou privada transfere suas atividades a um terceiro.

Como isso vai nos afetar? Isso gera contratação por indicação, fragiliza a situação do 
empregado em relação ao seu empregador e ainda pode acabar com os benefícios trabalhistas. 
O terceirizado ganha 24% menos que o trabalhador de carteira assinada, além disso pode 
levar calote da empresa e ser demitido por nada. Os terceirizados trabalham em média, três 
horas a mais na semana e de 5 acidentes de trabalho, 4 atingem os trabalhadores 
terceirizados. O terceirizado é tratado como um trabalhador de "segunda categoria" dentro 
das empresas. Os patrões e o governo não estão preocupados com o trabalhador, querem 
apenas lucrar em cima do nosso suor.

O que é o MOB?

O Movimento de Organização de Base é um movimento social que busca, a partir da 
mobilização do povo organizado, lutar na reivindicação dos direitos e das necessidades 
mais imediatas, seja na educação, saúde, cultura, trabalho etc.

Buscamos construir ferramentas de luta que ajudem na caminhada cotidiana em direção a 
estes objetivos, como centros de cultura, bibliotecas, oficinas, atividades culturais, 
trabalhos de produção, espaços de educação e outros.

Nos bairros, periferias, favelas, ocupações, no local de trabalho ou de estudo vamos 
fortalecendo o protagonismo do povo para arrancar as conquistas independente de governos, 
partidos ou patrões nas lutas cotidianas.


More information about the A-infos-pt mailing list