(pt) Organização Anarquista Terra e Liberdade Perseguições a educadores grevistas continuam! A hora é de luta, não de campanha! (en)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 10 de Setembro de 2014 - 14:14:47 CEST


  Pelo terceiro mês seguido centenas de educadoras e educadores que participaram da greve 
de 2014 tiveram descontos realizados pela Prefeitura e pelo Governo do Estado do Rio. Como 
nos meses anteriores, muito tiveram todo o seu salário roubado pelos opressores do povo e 
não possuem condições de trabalhar, pegar ônibus, pagar aluguel e sustentar seus filhos. 
Além disso, a Secretaria Estadual de Educação (SEEDUC) continua desrespeitando a própria 
justiça burguesa que determinou a imediata devolução das vagas nas escolas ocupadas pelos 
grevistas antes da greve. Centenas de profissionais da educação perderam a sua lotação, 
isto é, as escolas onde trabalhavam, sendo expulsos desses locais e substituídos por 
fura-greves ou novos contratados e concursados. Estas punições visam, claramente, 
intimidar os trabalhadores, perseguir o movimento sindical, difundir o medo e impedir que 
novas lutas aconteçam no presente e no futuro.

Infelizmente, a direção do SEPE, sindicato da categoria, preferiu encerrar a greve no 
momento errado, acreditar em promessas de milicianos, se lançar na disputa eleitoral 
burguesa (mais de 10 diretores são candidatos ao Estado burguês), fazer jornal especial 
sobre as "eleições 2014", dividir a nossa categoria entre município e Estado, recuar 
diante das acusações feitas pela polícia e divulgada pela imprensa durante as perseguições 
do dia 12 de Julho, e retirar nosso sindicato da luta e das ruas. Após a primeira 
assembleia realizada depois do fim da greve, um comitê de mobilização pela base foi criado 
e várias ações já foram realizadas, como debates, eventos para arrecadar verba para cobrir 
os descontos, denúncias públicas, etc. Devemos fortalecer este espaço, eleger os 
representantes de escola, fazer assembleias nos locais de trabalho e puxar o nosso 
sindicato pra luta. O momento é de fortalecimento, de coragem, de organização. São as 
nossas vidas e o futuro da luta que estão em questão.


More information about the A-infos-pt mailing list