(pt) União Popular Anarquista (UNIPA) - Mensagem de Ação Anarquista Revolucionária (DAF), direto das trincheiras de Kobane contra o EIIL

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Segunda-Feira, 6 de Outubro de 2014 - 09:40:09 CEST


Militantes anarquistas após atravessar a fronteira da Síria para tomar parte na defesa de 
Kobane ---- Panfleto escrito pela organização Ação Anarquista Revolucionária, da Turquia. 
Os militantes anarquistas se uniram às brigadas que atravessaram a fronteira da Síria para 
defender a cidade de Kobane contra o avanço das tropas reacionárias do Estado Islâmico 
(EIIL). A cidade nortenha de Kobane é um ponto estratégico do conflito que se desenha na 
região. Viva a autodefesa dos povos! Abaixo a guerra imperialista! ---- Em Shingal [1], 
Kobane [2] e por toda Rojava [3], o EIIL[4] é Dehak [5] e o povo é Kawa [6] ---- No 
Curdistão, o povo luta contra o EIIL, "a violência gestada" e dada a luz pelo capitalismo 
e pelos Estados que iniciam guerras em seus próprios benefícios. O EIIL, subcontratado dos 
Estados, que dão andamento a suas estratégias de enriquecimento na região, está atacando o 
povo enquanto brada "Estado Islâmico!" e "jihad, guerra santa". O povo sofre de fome e de 
sede, ficando doente e ferido; migrando e morrendo. Continuam travando sua luta por 
existência. O povo não luta por esquemas ou estratégias em torno de mesas de reunião, não 
por enriquecimento, mas por sua liberdade.

Visto que a liberdade está em existir sob o perigo de não mais existir. Visto que a 
liberdade está em sobreviver. Assim como a batalha de Kawa, defendendo a vida, resistindo 
aos Dehaks.

E agora, Estados Unidos, União Europeia, Turquia; todos os estados que têm perspectiva de 
lucrar na região, estão estabelecendo coalizões contra o Estado Islâmico, a "violência 
gestada", o qual afinal não é um verdadeiro distúrbio para eles. Aqueles que não aceitam 
as posições tomadas por eles nessa coalizão começam a maquinar intrigas; as relações ficam 
mais tensas e incertas, e então tensas novamente, enquanto todos os lados estão mudando 
seus discursos do dia para a noite e agindo de forma inconsistente.

Afinal de contas, essa é a característica mais óbvia de qualquer Estado. Não se pode 
esperar que defendam uma mesma posição por muito tempo, porque Estados são covardes. 
Estados covardes cuja única expectativa é o lucro, fundariam o EIIL hoje, arrependeriam-se 
hoje, e reconheceriam o Estado Islâmico amanhã. Enquanto o povo sempre lutará pelo seu 
futuro e por sua liberdade, como no passado.

Saudações a todos os que lutam e defendem a vida em Rojava.

Todas as conspirações do capitalismo e dos Estados serão destruídas, a violência gestada 
será extinta, EIIL será derrotado pelos lutadores da liberdade e pelo povo que será 
vitorioso como sempre. Tiramos nossa confiança de Kawa que se ergueu contra Dehak. E 
tiramos nossa confiança do muitos camaradas que ora lutam contra Dehaks.

Ação Anarquista Revolucionária (DAF) - Turquia.

http://www.anarsistfaaliyet.org

---

[1] Shingal, é uma pequena cidade situada sobre o monte Shingal na província de Ninawa, 
Curdistão iraquiano, próximo à fronteira com a Síria.

[2] Kobane (Ain al-Arab), cidade habitada por curdos no nordeste da região conhecida por 
Rojava.

[3] Rojava, região síria de maioria curda (maior minoria étnica do país), também conhecida 
extraoficialmente por Curdistão sírio.

[4] EIIL, Estado Islâmico do Iraque e do Levante, também referido como EIIS, Estado 
Islâmico do Iraque e da Síria.

[5] Dehak ou Ajdehak, segundo a crença curdo-persa, foi um tirano persa cuja brutalidade 
com seus súditos era rivalizada apenas pelas atrocidades cometidas pelas serpentes que 
cresciam de seus ombros, e cuja fome demoníaca era saciada apenas mediante sacrifício humano.

[6] Hawk, segunda a tradição curdo-persa, foi o herói que planejou e liderou uma revolta 
contra Dehak, derrubando o tirano e libertando todos os que estavam sob seu domínio.


More information about the A-infos-pt mailing list