(pt) Núcleo Anarquista Resistência Cabana NARC - Puxirum #1 - MA tinta COLETIVO (en)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Domingo, 11 de Maio de 2014 - 14:43:16 CEST


Há uma lenda amazônica sobre uma mulher idosa, conhecida como Matinta Pereira, que usa 
roupas escuras e maltrapilhas, pode se transformar em pássaro e passa as noites e 
madrugadas vagando pelas ruas, e emitindo assobios assustadores. O coletivo Má-tinta 
desenvolve trabalhos serigráficos e, portanto, a tinta é um dos materiais indispensáveis 
para as ações deste coletivo. Então decidimos fazer uma associação entre a palavra "tinta" 
e a referida lenda amazônica, como um referencial de identidade cultural e artística. O 
Má-tinta é uma iniciativa de cooperativa ácrata, isto é, sem hierarquia e livre de 
coerções, voltada para a prática da serigrafia. O coletivo Má-tinta produz bolsas e 
camisas personalizadas com viés político, fortemente direcionado à PROPAGANDA ANARQUISTA.

  Não queremos, de forma alguma, transformar
   símbolos, frases e pensadores do ideal
   libertário, em uma forma cretina de ganhar
   dinheiro. Muito pelo contrário, temos como
   princípio o ANTICAPITALISMO e a ajuda
   mútua entre pequenas ações de troca e
   venda por pessoas e coletivos libertários.
   Isso é uma forma de manter tais iniciativas,
   que, apesar de pequenas, são
   significativas, pois configuram-se em
   formas de resistência ao capitalismo, já que
   nosso horizonte não vislumbra o lucro, mas
   sim uma outra forma de fazer comércio,
   onde se valoriza a interação entre as
   pessoas, e onde os recursos obtidos com a
   comercialização do material produzido, é
   revertido para novas ações e despesas
   inerentes à luta libertária.

   A propaganda anarquista, ou como
   colocou Errico Malatesta, "a propaganda
   pelo fato", é nossa inspiração para,
essa iniciativa, assim como outra questão
que é a obtenção dos mínimos recursos
econômicos necessários para a causa
anarquista. Para os(as) anarquistas a
questão financeira é sempre um assunto
delicado. A manutenção dos espaços
libertários, onde são realizados debates e
reuniões, as bibliotecas, os ateneus,
pagamentos de determinados encargos,
como aluguel, água, luz, produção de
  círculos material, anarquistas, etc,
sempre pois são compreendemos pautas nos
  que, apesar de lutarmos contra o sistema
  capitalista, estamos inseridos nele contra
  nossa vontade e somos obrigados a
  recorrer a algumas de suas práticas
  injustas, para mantermos a dinâmica de
  nossas ações, e também para vivermos em
  sociedade. Podemos estar à margem, na
  periferia, nas "bordas" do capitalismo e de
  sua economia de mercado, mas temos
  consciência de que não estamos fora dele.
  Portanto, partindo deste princípio,
  entendemos que precisamos nos manter, e
  concluímos que a formação de uma
  cooperativa ácrata de serigrafia é uma
  atitude que está de acordo com nossos
  ideais. Juntamente com os estimados
  companheiros(as), decidimos pôr em
  prática essa alternativa, que consideramos
  eficaz como tentativa de prover fundos para
  nossas as atividades. Vida longa ao Má-
  Tinta!


More information about the A-infos-pt mailing list