(pt) Frequentemente a auto-gestão em 2014: um quadro misto (en, fr) [traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sábado, 19 de Julho de 2014 - 12:48:54 CEST


Enquanto aguarda o relatório do militant.es AL, lido em alternativa libertária de 
setembro, um primeiro criptografados e factual pela assembleia geral dos organizadores da 
3 ª Feira de auto-avaliação. E o relatório foto! ---- 3 ª Feira em auto realizada em 
Montreuil 28-29 junho de 2014. Evento, apoiado por 81 estruturas (sindicatos, 
cooperativas, associações e organizações políticas), 1.280 pessoas participaram no total, 
apesar do tempo miserável todo fim de semana. ---- Os resultados da Feira, em 2014 
contrastou self. ---- No lado positivo, foi realizado um evento importante, pela terceira 
vez consecutiva, totalmente financiado, sem grande orçamento, com maior envolvimento de 
todos os voluntários ativista. ---- O conteúdo político da Feira também parece-se com um 
bom padrão e fóruns bem atendidos (o programa ainda está disponível online). E a 
programação cultural foi até, graças ao concerto Mossy T e lei Jovents, os rebeldes 
cânticos do coro, e uma maneira, peça de teatro escrita e executada por trabalhadores 
indocumentados Montreuil em movimento.

Este ano, para além da vila de software livre, a oficina de bicicletas de auto-reparação, 
o espaço de cinema, refrescos e auto-gerida Fair cantina à auto hospedado pela primeira 
vez, uma reunião profissional: o a padaria alternativa, com dez organizações 
participantes. No mesmo espírito, o debate "Autogestão e Cinema" reuniu vários grupos 
alternativos de produção e distribuição de um suporte lógico.

Estas duas iniciativas foram particularmente importantes para a Feira, que aspira a ser 
tanto um catalisador para experiências alternativas, um centro militante e um lugar de 
descoberta aberta.

É, provavelmente, neste último ponto que precisamos para seguir em frente. Atendimento não 
aumentou este ano, apesar da instalação da Feira na paisagem. Vamos, para a edição de 2015 
continuar a inovar para evitar rotina.

Em conclusão, só podemos regozijar-se para ver o conceito se espalhou. Depois de Montreuil 
e Toulouse, Finisterra Gard e organizou sua própria auto-gestão justa. Outros 
departamentos seguirão. Em suma, o objetivo de reafirmar a existência - multiforme - uma 
auto-gestão parece ciente alcançado. Continua a dar mais força para a auto-gestão como uma 
ferramenta de resistência e de ruptura com o sistema capitalista.

Assembleia Geral de 06 de julho de 2014


More information about the A-infos-pt mailing list