(pt) Uniao Anarquista - Debate em Nuevo León (México) em Homenagem aos 200 anos de Bakunin

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Segunda-Feira, 14 de Julho de 2014 - 11:05:25 CEST


No dia 31 de maio foi realizado em Nuevo León/México (1), mais precisamente no espaço 
Biblioteca Portón Negro, o debate "En el 200 de aniversario de su nacimiento... Miguel 
Bakunin - Homenaje a un Anarquista". O debate foi organizado pelo Comitê de Resistência 
Classista, coletivo de trabalhadores que vem cumprindo importante papel na construção de 
uma alternativa classista e combativa para o povo mexicano. ---- A atividade teve como 
objetivo resgatar as contribuições do pensamento de Bakunin para a luta proletária. O 
debate contou com diversas contribuições, análises de obras e interpretações do pensamento 
de Bakunin. Além disso, foram lançadas e debatidas duas publicações do projeto editorial 
"Ediciones Subversión". Uma delas sob o título "Introdução às ideias e pensamento de 
Mikhail Bakunin" faz uma reconstrução biográfica e política do anarquista russo. A outra, 
sob o título "O Anarquismo Revolucionário e luta de classes no Brasil", é uma compilação 
de textos da UNIPA, que nas palavras dos camaradas é uma "organización brasileña que ha 
desarrollado y profundizado la teoría bakuninista y que con más de 10 años de trayectoria 
está marcando este momento el camino a seguir de los revolucionarios en nuestro continente".

Saudamos a iniciativa dos camaradas e irmãos mexicanos que fortalecem as trincheiras da 
via revolucionária do proletariado. Esses passos, ainda que pequenos, são firmes e 
decisivos na construção da resistencia popular e do anarquismo revolucionário na América 
Latina e no Mundo. Como diriam os camaradas: "Luchar, Vencer, Obreros al Poder!"

--

Mais Informações em: http://www.resistenciaclasista.wordpress.com

ANARQUISMO É LUTA!
BAKUNIN VIVE E VENCERÁ!
VIVA A REVOLUÇÃO SOCIAL!
--
(1) Nuevo León se encontra em uma região fronteiriça do México, onde o povo trabalhador 
enfrenta não apenas os braços legais do Estado e da burguesia, mas também seus braços 
ilegais como os cartéis e o feminicídio. Reconstruir a auto-organização popular se torna 
uma verdadeira necessidade para a resistência e sobrevivência das massas.


More information about the A-infos-pt mailing list