(pt) Tendência Estudantil da Resistência Popular: Nota de Solidariedade aos lutadores do Movimento Passe Livre de Joinville (en)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 29 de Janeiro de 2014 - 10:01:49 CET


Nós estudantes organizados da Tendência Estudantil Resistência Popular queremos prestar 
nossa solidariedade aos lutadores do Movimento Passe Livre de Joinville e repudiar a 
tentativa de criminalização de um dos seus militantes por parte do Senhor Álvaro Cauduro 
de Oliveira, Assessor Jurídico e Conselheiro da Cidade em representação a Câmara dos 
Dirigentes Lojistas (CDL), e sócio proprietário da Sociedade Harmonia Lyra. ---- Por 
acreditarmos que essa ação não acontece de forma isolada, fazendo parte da conjuntura de 
repressão que vem se agudizando desde as jornadas de lutas de 2013 sobre os movimentos 
sociais e seus lutadores é que nos somamos ao conjunto daqueles que estendem suas mãos aos 
companheiros e cerram punhos aos inimigos. ---- Desde nosso posto de luta, nossa 
solidariedade! ---- Não se intimidar, não desmobilizar. Rodear de Solidariedade os que lutam!
----------------------------------------------------------------------------------
Quem Somos???

Somos a Tendência Estudantil da Resistência Popular e queremos nos somar na luta pela 
conquista e defesa dos interesses estudantis (universitários e secundários) e por uma 
Universidade pública, gratuita e a serviço das demandas do povo.

Somos a vontade de construção de uma tendência (um estilo de trabalho e método de luta) 
que no movimento estudantil faça a defesa da organização estudantil por local de estudo e 
do fortalecimento de suas entidades de base (DA's, CA's, Grêmios Estudantis) enquanto 
instrumentos que articulados possam criar força social para a luta por uma educação digna 
feita pelo povo e para o povo.

Nossos Princípios

Na vida particular de cada um temos princípios que nos mostram o nosso caráter como 
pessoa. Nos movimentos populares também é assim: temos princípios que nos mostram o melhor 
caminho para seguir. Os princípios nos orientam, nos ajudam a fazer escolhas certas para a 
nossa luta.

- Democracia Direta e de Base: que todas as decisões que dizem respeito ao conjunto dos 
estudantes possam ser debatidas e decididas pelos estudantes, através de suas organizações 
de base (CAs, DAs e Grêmios). Queremos que todos tenham voz e possam decidir sem que 
nenhum dirigente estudantil profissional nos diga o que fazer.

- Independência de classe: acreditamos que o movimento estudantil deve ser independente de 
ONGs, partidos, reitorias, governos, empresas e qualquer agente externo ao movimento, 
garantindo a democracia e organização de base do movimento estudantil.

- Luta e Ação Direta: para a conquista de nossas reivindicações, de nossos direitos e de 
transformação social, propomos a ação direta como método de luta e de pressão aos nossos 
inimigos, sem intermediários, em que o estudante é protagonista em cada mobilização de 
rua, em cada marcha, em cada ocupação e enfrentamento, arrancando dos poderosos aquilo que 
nos é de direito.

- Compromisso coletivo e Solidariedade: estamos lado a lado e apoiamos as iniciativas 
populares, dos movimentos e organizações do povo. Não colocando qualquer fronteira à nossa 
solidariedade. Apoiamos s lutas dos movimentos populares por terra, moradia, trabalho, 
saúde, transporte e por uma vida digna. A transformação social só será possível na união e 
coordenação de vários setores do povo: estudantes, sem terra, sem teto, catadores, 
operários, comunicadores.


More information about the A-infos-pt mailing list