(pt) SINDICATO LIVRE OU FASCISTA

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2014 - 22:41:52 CET


A partir de seu surgimento, com a revolução industrial o proletariado urbano cresce, a 
medida que o capitalismo e a industrialização se expande. Desde então os trabalhadores - 
produtores da riqueza social - submetidos a condições degradantes (jornadas de 16 hs 
diárias, sem descanso semanal ou ferias, recebendo salários que mal davam para viver)  - 
sentiram a necessidade de se agrupar, para defender seus interesses e reivindicações 
frente a exploração capitalista. Essas associações (TRADE UNIONS, na Inglaterra e 
SYNDICAT, na Franca), uniões de produtores (WORKERS/Inglês, OBREROS/espanhol/, 
OPERAI/italiano) Rapidamente se expandiram e procuraram se unir numa grande organização 
internacional, fundada em 1864, a Associação Internacional dos Trabalhadores (AIT/IWA).

No Brasil, desde o inicio do século XX, foi notória a expansão do movimento operário. 
Devido a forte influencia latina historicamente o movimento criou sindicatos 
revolucionários, a partir de Associações De Apoio-Mutuo, e, em 1906 fundou a Confederação 
Operaria Brasileira (COB) , com forte influência anarcosindicalista. Porem, a partir dos 
anos 30, durante a ditadura de Getúlio Vargas (o ESTADO NOVO, 1935-45) foram impostas leis 
proibindo os sindicatos livres, criando o Imposto Sindical e os sindicatos oficiais, 
atrelados ao Estado.

Tudo isso como fruto direto de uma legislação criada pelo fascista Mussolini, na Itália, 
com a Carta del Lavoro - modelo usado para a CLT em 1931. Para disfarçar esse fato 
reconheceu, como leis na CLT, as conquistas alcançadas pelos sindicatos revolucionários, 
liderados pela COB, nas grandes Greves Gerais de 1917 e 1919.

Esse e um problema que perdura ate hoje! E isso nos afeta, a  todos, a cada dia

Esses aparelhos sindicais, como repartições mantem uma forte estrutura burocrática, 
centralista, corporativa, vertical e reformista (pelegos, crumiros, carreiristas), que 
usam o sindicato como escola de políticos e trampolim eleitoral. Com isso se assenhoram 
dos cargos e das mamatas para conservar o poder e manter a classe trabalhadora 
desorganizada, de pendente e com as mãos atadas. Os que com eles se aliam apenas reforçam 
sua falsa representatividade e de controle sobre os trabalhadores como negociadores em 
nome dos trabalhadores. Assim fizeram suas histórias de traidores da classe operária!

Isso mostra como os sindicatos oficiais de origem fascista, controlados pelos partidos 
políticos, dividem e desorganizam os trabalhadores. A nossa missão deve sempre ser a 
defesa de nossos interesses, nossas vidas e o futuro de nossos filhos. E, para isso só ha 
um jeito assumir a responsabilidade de retomar a nossa organização sindical, desde os 
locais de trabalho e moradia, reorganizar os sindicatos livres e as federações  regionais 
e a Confederação Operário Brasileiro (COB-AIT)..

- LUTE CONTRA O FASCISMO E PELO SINDICATO LIVRE!

- COB/AIT, SUA ARMA DE LUTA CONTRA A EXPLORAÇÃO!

- SE ORGANIZE E LUTE! FILIE-SE A COB/AIT!

Contatos com o Movimento Pela Reativação da COB/AIT:

- Secretariado Nacional- Federação Operária do Rio Grande do Sul (FORGS):

cobforgs  yahoo.com.br

forgscob  yahoo.com.br

- Federação Operária de São Paulo (FOSP) - SINDIVÁRIOS-SP:

profosp  bol.com.br

https://www.facebook.com/edgard.leuenroth

- Federação Operária de Minas Gerais (FOM) - SINDIVÁRIOS-ARAXA:

sindivariosaraxa  gmail.com

fom  cob-ait.net

- Federação Operária de Santa Catarina (FOSC): - SINDIVÁRIOS-FLORIPA:

sindivarios-floripa  hotmail.com

http://sindivarios-floripa.blogspot.com.br/

- Federação Operária de Sergipe (FOSE) - SINDIVÁRIOS-ALTO SERTÃO:

http://sindivariosaltosertao.wordpress.com/

https://www.facebook.com/fosecobait

- Federação Operária da Bahia (FOBA) - Núcleo pró-COB/AIT:

procob_ba  riseup.net

http://avozoperaria-cob.blogspot.com.br/2010/11/a-voz-operaria-edicao-2013.html

·         Outros Núcleos pró-COB/AIT em formação até o final de 2013:

Amazonas - Pará - Alagoas - Rio de Janeiro


More information about the A-infos-pt mailing list