(pt) Coletivo Mineiro Popular Anarquista COMPA - Não ao aumento! Não à tarifa! - Mobilidade urbana e Tarifa Zero.

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Segunda-Feira, 29 de Dezembro de 2014 - 12:23:25 CET


Precisamos articular uma luta prolongada, de base, militante, no centro e nas periferias 
da região metropolitana. Integrar as lutas dos ônibus com cartão Bhtrans (capital) e com 
cartão Ótimo (região metropolitana), para conseguirmos pressionar de fato os capitães da 
oligarquia do "transporte público". ---- O "bixo tem que pegar", e o "bixo não pega" se o 
povo não estiver mobilizado. ---- ps.: Não devemos nos esquecer que só neste ano de 2014 a 
tarifa de BH aumentou duas vezes, passando de R$2,65 para R$3,10. Ou seja, absurdos R$0,45 
centavos. Se não nos mobilizarmos permanentemente, grandes mobilizações como as Jornadas 
de Junho de 2013, no que diz respeito à conquista da pauta da tarifa, são perdidas em 
questão de meses. Não bastam grandes manifestações espontâneas aqui e ali. Devemos nos 
organizar pela base e fazer um trabalho duradouro e determinado.

Segue matéria do Hoje em Dia relatando o segundo aumento da tarifa de 2014:
"Após o anúncio nessa sexta-feira (26) do aumento de tarifas para táxis e ônibus 
intermunicipais da Região Metropolitana de Belo Horizonte em 12,78%, agora é a vez dos 
moradores da capital que dependem do transporte coletivo prepararem o bolso. A partir de 
segunda-feira (29), as tarifas já estarão mais altas. A prefeitura anunciou reajuste médio 
de 8,49% nas passagens dos ônibus e dos táxis-lotação.
Na capital, o preço de 80% das linhas passará dos atuais R$ 2,85 para R$ 3,10, mesmo valor 
para a integração com o metrô. As passagens para os demais coletivos vão variar de R$ 
0,70, no caso das linhas que atendem vilas e favelas, até R$ 5,80, preço que passará a ser 
cobrado na linha executiva que liga a Savassi à Cidade Administrativa, sede do Executivo 
estadual.

Segundo a BHTrans, empresa que gerencia o trânsito e o transporte coletivo da capital, o 
aumento é necessário para cobrir o aumento de custos do sistema, principalmente com mão de 
obra e óleo diesel. No anúncio do aumento a prefeitura alegou que o reajuste nos últimos 
cinco anos ficou abaixo da inflação acumulada no período.
A Secretaria de Estado de Transporte e Obras Públicas (Setop) usou justificativa 
semelhante para definir o aumento nas 745 linhas que atendem os 34 municípios da região 
metropolitana da capital e transportam uma média diária de 823 mil pessoas.
Segundo a Setop, o reajuste inclui o aumento de 8,65% nos custos e outros porcentuais como 
os relativos ao aumento salarial dos rodoviários e à modernização da frota. Com o aumento, 
os preços das passagens vão variar entre R$ 2,60 a R$ 36,05. Os táxis metropolitanos terão 
reajuste de 8,21%."

Fonte: 
http://www.hojeemdia.com.br/noticias/tarifas-de-onibus-ficam-mais-caras-em-bh-nesta-segunda-feira-1.290244


More information about the A-infos-pt mailing list