(pt) União Popular Anarquista (UNIPA) - SOLIDARIEDADE AOS PRESOS POLÍTICOS DO BRASIL!!

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sábado, 20 de Dezembro de 2014 - 13:39:28 CET


Estamos vivendo um momento decisivo. O ano de 2014 vai chegando ao final anunciando 
ataques brutais aos trabalhadores do campo e da cidade. O tão falado "legado da Copa" 
começa a se expressar de maneira mais clara em nossa realidade: repressão ao povo e aos 
lutadores, arrocho salarial, retirada de direitos, benefício do "agronegócio". ---- O 
discurso eleitoral "democrático-popular" dos governistas, utilizado para reviver ilusões e 
pressionar pelo medo do "retrocesso" uma parcela da população, tão logo acabou as eleições 
e se desfez como um castelo de cartas. O governo Dilma/PT e todos os partidos da ordem (da 
direita e da esquerda) anunciam uma política cada vez mais violenta e feroz contra os 
trabalhadores e jovens que se levantam pelos direitos do povo. Afinal, a crise está aí.

Mas o caminho da conciliação de classes não é eterno para os oportunistas e inimigos do 
povo. Desde o levante que sacudiu o país em junho de 2013, uma nova geração de lutadores 
se ergueu. Mais do que isso, a consciência geral da classe trabalhadora teve profundas 
modificações com a experiência coletiva da ação direta e da luta por direitos de forma 
autônoma e combativa. São esses lutadores e lutadoras (e organizações inteiras tachadas de 
"terrorristas" pelos relatórios policiais - políticos) forjados/as nas ruas, que hoje são 
cassados e presos.

É por isso que a burguesia e os políticos começam a melhor armar e equipar seus cães 
policiais e seu sistema de exceção para caçar os opositores. Porque não consegue mais 
através da compra de lideranças e burocracia entravar o movimento de massas. Não porque as 
burocracias agora estejam contribuindo com a luta, mas por que estas foram sumamente 
desmascaradas e atropeladas pelas bases no último período e não conseguem mais cumprir 
facilmente o seu papel.

As burocracias sindicais e partidárias atuaram como papagaios da Copa do Mundo e das 
eleições. E irão pagar o seu preço agora, quando o "legado da copa e das eleições" vier 
atacar os trabalhadores e o povo pobre. As burocracias governistas do movimento sindical, 
estudantil e popular são cúmplices e peças chave deste projeto de Estado 
neo-desenvolvimentista e militarista.

Por isso é necessário defender com todas as forças os presos políticos do Rio de Janeiro e 
do Brasil. Por que eles são os presos da juventude e do povo que foi a rua em 2013 e 2014. 
Por que se não fizermos nada eles serão apenas os primeiros de diversos outros presos 
políticos. Defender politicamente a liberdade de manifestação, preparar organizativamente 
a auto-defesa, bem como denunciar cada ato fascista do Estado brasileiro é um dever de 
todo anarquista revolucionário e trabalhador consciente. A liberdade dos presos será 
conquistada nas ruas e com a pressão popular! As prisões e perseguições do Estado não 
poderão deter o avanço da revolta e reorganização da classe trabalhadora!

LIBERDADE PARA TODOS OS PRESOS POLÍTICOS!

RECONSTRUIR O SINDICALISMO REVOLUCIONÁRIO!

MORTE AO ESTADO E AO CAPITAL!
http://uniaoanarquista.wordpress.com/2014/12/16/solidariedade-aos-presos-politicos-do-brasil/#more-1618


More information about the A-infos-pt mailing list