(pt) Portugal, Acção Directa #7 - A Fechar: Turquia: do lado solidário da barricada

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 18 de Julho de 2013 - 18:32:05 CEST


Enquanto a mídia corporativa nos mente chamando de terroristas ao povo da turquia e se 
fazem circular nas redes sociais várias imagens dos confrontos entre a policia e a 
população, existe todo um cenário que se vai passando por trás das barricadas que 
demonstra o extraordinário mundo do “povo unido” sem partidos nem sindicatos. Não querendo 
no entanto minimizar a importância da autodefesa no que toca ao assunto de lidar com a 
autoridade e vingar cada bala e cada bastonada dada. O que se pode observar é um povo 
unido, com um objectivo comum, e que para o alcançar partilham de todos os actos de 
solidariedade possíveis no que toca a acudir as necessidades imediatas para que não caiam 
as barricadas.

Segundo fotos, vídeos e relatos de várias
mídias independentes e indivíduos, as bar-
ricadas são levantadas em uníssono pela
força de tod  s, plantam-se árvores no par-
que, faz-se limpeza do parque e das ruas
em conjunto, são criados bancos de alimen-
tos e de primeiros socorros nas ruas, e den-
tro de casa também vários moradores
abrem as janelas e disponibilizam leite,
citrinos e primeiros socorros. Um gigantes-
co acto de solidariedade espontâneo, sem
“organizações oficiais”. As pessoas na rua
festejam, batem em tachos, buzinam quan-
do se deslocam de carro, e à noite ainda ao
som das buzinas e dos tachos, piscam as
luzes de muitas casas. O ambiente é de
festa.

Do outro lado da barricada o sangue escor-
re no meio do som de tiros, sirenes e gritos.
As redes de comunicações trabalham ardu-
amente para bloquear acessos principal-
mente ao facebook, twitter e youtube. Os
presentes no local falam em vários mortos
apesar do desmentido da mídia corporativa.
A polícia dispara para a cara dos manifes-
tantes conforme se pode confirmar em vá-
rias fotos espalhadas pelas redes sociais. E
fala-se em mais de 2000 detidos.
Apesar de todo este cenário violento do
lado “democrático” das barricadas, este é o
8o dia e o povo da turquia mostra-se deter-
minado em derrubar o governo. Que a sua
luta seja bem sucedida, que alcancem a
liberdade!
BB


More information about the A-infos-pt mailing list