(pt) Porto Elegra, Reintegração de posse é suspensa temporariamente e manifestantes permanecem na Câmara (en)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Terça-Feira, 16 de Julho de 2013 - 15:30:42 CEST


Deborah Fogliatto: A juíza Cristina Luisa Marquesan da Silva emitiu despacho nesta 
segunda-feira (15) em que suspende o cumprimento da medida liminar e designa audiência de 
conciliação para o dia 17, às 15 horas. Na decisão, ela observa o caráter pacífico da 
ocupação e considera que “a medida drástica de retirada forçada desses cidadãos não é o 
melhor caminho, neste momento”. ---- A reintegração de posse estava marcada para esta 
segunda-feira, que era também a data planejada pelos integrantes do Bloco de Luta para se 
retirarem. No entanto, devido à suspensão das atividades da Câmara, não foi possível 
entregar as reivindicações para a presidência, o que fez com que os manifestantes optassem 
por não se retirar. -- Dois oficiais de Justiça foram até o local na tarde de hoje, mas 
não realizaram a reintegração de posse.

De acordo com a vereadora Fernanda Melchionna, que estava presente na Câmara, os oficiais 
perceberam que se trata de um movimento “democrático e pacífico” e, devido à quantidade 
enorme de pessoas, não teriam como cumprir a ordem.
“Esperamos que o presidente (da Câmara) cumpra suas funções e venha mediar com o movimento 
social, para que a gente resolva isso da melhor maneira possível”, disse a vereadora. Ela 
afirmou que o movimento segue na Câmara exatamente pela ausência de Thiago Duarte (PDT), 
que rompeu o diálogo de forma “unilateral” e suspendeu o processo de negociação.

Durante assembleia realizada pelos membros do Bloco de Luta pelo Transporte Público hoje à 
noite, um integrante disse que o adiamento da reintegração de posse significa que a luta é 
“justa e vitoriosa”. Outro membro garantiu que o diálogo seria retomado se  Thiago Duarte 
e os demais vereadores tivessem cumprido com o que prometeram, que hoje aprovariam o 
protocolo do projeto de abertura de contas e o enviariam para o prefeito José Fortunati.
Ele informou que quinta-feira, às 18h, será realizado um grande ato em frente à Prefeitura 
para pedir que o prefeito encaminhe um projeto de passe livre para a Câmara.
Confira na íntegra a decisão da juíza:
Vistos. Considerando o certificado pelos Oficiais de Justiça que compareceram à Câmara de 
Vereadores e verificaram a presença de mais de 400 pessoas, inclusive, crianças, em uma 
ocupação pacífica e organizada. Também, não há indícios de depredação do patrimônio 
público pelos manifestantes. Dessa sorte, entendo que a medida drástica de retirada 
forçada desses cidadãos não é o melhor caminho, neste momento. Ademais, há um pedido de 
inspeção judicial no local feito pelo Diretório Central de Estudantes da PUCRS para que 
haja uma solução conjunta, negociada com todos os participantes, a fim de evitar o uso da 
força física e do aparato militar e danos maiores à integridade física dos manifestantes 
(fl. 33). Além disso, houve interposição de agravo de instrumento, postulando a revogação 
da medida liminar, ao qual não foi concedido efeito suspensivo. Porém, está pendente de 
análise o pedido de reconsideração desta decisão junto ao Relator. Nesse instante, penso 
que existe a necessidade de se encontrar um mecanismo, uma forma de dialogar para diminuir 
o impacto de uma retirada violenta dos manifestantes que se encontram naquele local. 
Assim, por ora, suspendo o imediato cumprimento da medida liminar e designo audiência de 
conciliação para o dia 17/07/2013, às 15 horas. Intimem-se, inclusive, o MP. Cadastre-se o 
Diretório Central de Estudantes da PUCRS como terceiro interessado.

Foto: Bernardo Jardim Ribeiro/Sul21



10 comentários para “Reintegração de posse é suspensa temporariamente e manifestantes 
permanecem na Câmara”
	maira disse:
15 de julho de 2013 às 20:10
nesta manhã tive o desprazer de ouvir a ladainha de uma vereadora Fernanda-alguma-coisa em 
entrevista à Guaíba..É um poço de clichês ultrapassados, e fala como se fosse um autômato, 
tudo decoradinho e mecânico.COMO é irritante, nem sei porque o Felipe Vieira deu espaço 
para essa inútil…Ainda que não concordemos com o que se diz ou se escreve, se o conteúdo 
for produto de raciocínio e de elaboração intelectual, bueno, respeitsamente discordamos.
Agora, aturar essa fernanda, realmente, verdadeiro exercício de inutilidade, assim como 
essa ocupação ofensiva.
	Emanuel disse:
15 de julho de 2013 às 21:45
“se o conteúdo for produto de raciocínio e de elaboração intelectual”
belo foi o TEU comentário.
	joel disse:
15 de julho de 2013 às 23:31
Carissima maira se tu escutas a Guaíba pela manhã tu deves entender muito bem de clichês, 
que sou eu para te contestar. Agora irritar-se com uma opinião diversa da tua, bueno, bem 
se vê que produto os locutores e a opinião do censo comum produzida por nossa mídia 
conseguem colocar no mercado, relaxa, passa uma hora dessa na churrascaria garcias tomo 
umas com teus exelentissimos edis.
	Pedro disse:
15 de julho de 2013 às 23:32
Maira, a ZH não deixa mais tu comentar por lá?
	Flamma Verde disse:
15 de julho de 2013 às 23:34
[teclado com problemas de acentuacao]
Ola,
queria deixar o recado para a policia e para os governantes do nosso querido pais que os 
jovens ja estao saturados com essa palhacada toda e que voces precisam nos escutar… De 
outra forma voces vao continuar enfiando o dinheiro do povo sei la aonde, talvez em bombas 
de gas lacrimogenio ou balas de borracha… mas digo tambem que gas e balas de borracha nao 
podem nos deter, voltar com uma marquinha pra casa eh pouco perto da marca que voces estao 
deixando no nosso pais.
Estou envergonhado pela atuacao debil mental que os nossos excelentissimos despreparados 
governantes vem lidando com a situacao no Brasil…
Procurem outro emprego ou facam direito.
Isso eh soh o comeco…
E se continuarem agindo assim voces sabem o que vai acontecer neh?
Isso nao eh uma ameaca, eh uma analisa fria da situacao…
O que vai acontecer eh que vai estourar uma guerra civil porque acabou a brincadeira e 
hoje usamos da internet e do celular pra como armas principais… mas amanha podemos 
adicionar artefatos pra chegar no nivel que voces estiverem dispostos a lutar…
Se nao for com conversa… Vai ser de outra forma! Honrem os votos de confianca que ja 
ganharam alguma vez na vida…
	Vanessa disse:
16 de julho de 2013 às 0:14
Precisamos de vereadoras (es) assim com a Fernanda Melchiona, que defende os interesses do 
povo! São tão poucos os vereas que são honestos com o povo, o meio ambiente, as arvores, a 
saude, a educação e preços justos na tarifa dos onibus. Falcatrua são estes outros 
vereadores tradicionais que não se mexem, a não ser para atender aos empresarios e suas 
empresas que os elegeram. Fernanda é orgulho pra o povo de POA! Me representa. Caso a 
amiga nao conheça as lutas que ela enfrenta, convido a vir acompanhar um dia em Audiencia 
Publica, e voce vai morder a sua lingua.
	Raul disse:
16 de julho de 2013 às 0:48
Clique é esse teu comentário, sempre o mesmo disco. Quando são os índios, não se pode 
trancar estrada, os sem-terra, invadir é crime, os estudantes, trancam o transito e por ai 
vai. Quando serão discutidas as pautas ao invés dos métodos?
	Roberto disse:
16 de julho de 2013 às 0:55
Parabéns, Maíra, por emitir opinião tão bem fundamentada. Continue assim.
	jose disse:
16 de julho de 2013 às 6:58
Ofensivo, baderneiros, e vândalos, são qualidades que se ajustam melhor aos Sr’s 
Vereadores. Alguns, mas não todos. Pois foram eleitos pelo voto popular, insistem em não 
legislar em pró de quem os elegeu. Mas visando prioritariamente, interesses próprios, 
político corporativistas, e de empresários.
Cabe lembrar que por mais que as manifestações sejam pacíficas, surgem incriminações 
através de invenções não comprovadas, como na situação que acusaram indevidamente os 
manifestantes de estarem com um coquetel molotov.
Sendo que nas demais manifestações, a sistemática é semelhante. Dando ênfase a reação dos 
manifestantes que após serem repreendidos pela Brigada Militar de forma truculenta e 
excessiva. Acabam por responder com de uma atitude explosiva, como não poderia ser 
diferente depois de serem repreendidos de forma abusiva pela Brigada Militar. Que é a 
única forma com que o governo encontrou, de descredibilizar às manifestações legítimas e 
tirar do foco das revindicações da população.
	Amadeu S. Grandi disse:
16 de julho de 2013 às 9:46
A Vereadora Fernanda Melchiona me representa. E bem. Se queremos o novo na Política, temos 
hoje a Fernanda, o Pedro e o Sgarbossa. Este, em questão de mobilidade e comprometimento 
vem dando um verdadeiro show de inovação e exemplos.
A Fernanda é a Voz e a Representatividade dos nossos Jovens Lutadores. Estes tem sido 
parceiros: fazem uma troca maravilhosa. Eu, como um cidadão já “ancião” – 78 anos, me 
sinto Representado e Agradeço, muito mesmo, a esta incrível e impagável Jovem. Gracias 
Fernanda Melchiona! Quem tem a tua Coragem e determinação merece de nós, os que já não tem 
todo a Força necessária para enfrentar a catreva e a as trevas fortunáticas lunáticas, a 
capangagem desprovida de valores, anarco-capitalistas que mentem e enganam – como o 
nalgenstein e o cechin, que, PASMEM, são do pmdb, a quadrilha no poder desde 1985 (28 NOAS 
mamando), continuam lá, e caraduristicaMENTE atacam o governo petista/pmdbista! Mas se são 
governo! Claro que é para desviar o foco das bandalheiras da prefeitura, na PROCEMPA, na 
saúde, na smov, na smic… ROUBAM E FORMAM QUEADRILHAS EM PORTO ALEGRE!
Mais uma vez: OBRIGADO FERNANDA!!!


More information about the A-infos-pt mailing list