(pt) Coletivo Anarquista Bandeira Negra - Saudação aos companheiros e companheiras da Federação Anarquista Uruguaia (en)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Terça-Feira, 30 de Abril de 2013 - 19:24:15 CEST


“A la FAU de mis amores que fue forja de mí mismo honda raíz de anarquismo de los viejos 
precursores, utopistas soñadores que plasman la realidad la verdadera verdad con el pueblo 
desde abajo, liberemos el trabajo que es toda la libertad.” ---- Carlos Molina -- Nós, do 
Coletivo Anarquista Bandeira Negra, de Santa Catarina, enviamos nossas saudações fraternas 
para este presente Ato na Coluna Histórica de Cerro-La Teja, às vésperas do 1º de Maio. 
Duplamente, reconhecemos o valor real da data que está marcada para sempre nas páginas da 
humanidade e a força que da memória extrai a caminhada de luta dos companheiros 
e companheiras deste espaço. ---- Nos dias que antecedem as atividades de propaganda nas 
ruas, em verdade já estamos anunciando que este dia histórico não passará em branco, junto 
com outras organizações sociais, formando e informando um 1º de Maio cada vez mais 
classista e cada vez mais combativo.

Para mais além, estaremos levando nesse dia, pela primeira vez, nossa bandeira até uma 
ocupação de um movimento de luta pela moradia em SC. Apesar de toda tentativa, ano após 
ano, de criminalizar os movimentos sociais, a mídia burguesa através de seus aparatos da 
reação, é incapaz de impedir a marcha dos de baixo, dos oprimidos e explorados. Esses 
guerreiros que não se escondem das lutas populares, evidenciam sua organicidade e sua firmeza.
À Federação Anarquista Uruguaia, nos seus 55 anos de luta e organização, toda nossa 
solidariedade àqueles que estão na peleia no Cerro e La Teja, e outras periferias da 
capital oriental que nos fazem crescer e olhar à frente um exemplo a ser seguido, 
superando as dificuldades de estar inserido dentro deste sistema que apenas fabrica 
injustiças e misérias.
Estamos tristes por não compartilharmos do mesmo ato presencialmente mas, ao mesmo tempo, 
contentes por sabermos que em memória e na luta de cada compa, somamos em grau nossa 
solidariedade. É por este sentimento de mística que nos inspira a continuar trabalhando e 
elaborar nossa disciplina militante, intransigentes, como afirmamos, cujo objetivo final é 
a construção do socialismo libertário.
Que os ventos que sopram no Prata limpem nosso caminho por aqui. Desde 1886, os Mártires 
de Chicago mostraram ao mundo capitalista que as sementes da contestação germinaram e se 
espalharam por todos os continentes. Cerro-La Teja, ao recordar estes fatos, estará 
enriquecendo a vontade de luta dos que se aproximam agora e fortalece a memória 
daqueles que se acham derrotados. Que a FAU não retire a bandeira rubro-negra das ruas! De 
pé e erguidas pelas memórias dos mártires!
Se escucha! Arriba los que luchan!
Viva la FAU!
Santa Catarina, 26 de abril de 2013.

From: Coletivo Anarquista Bandeira Negra
Integrante da Coordenação Anarquista Brasileira


More information about the A-infos-pt mailing list