(pt) Revista anarquista Aurora Obreira nº 25 - Meios de Controle Social - Os Meios de Comunicação by Anselmo Lorenzo (en)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 18 de Abril de 2013 - 12:45:05 CEST


A Imprensa e TV cumprem um papel de doutrinamento e formação de opinião publica da 
população, vista como massa, de suma importância para o aparato de controle do pensamento 
do moderno Estado Capitalista. ---- Por um lado por meio de sabonetes, séries, concursos, 
esportes... Retiram o tempo de reflexão e relação com vossos iguais. Faz 100 anos que a 
gente para distrair-se tinha que falar, ir a um baile, fazer teatro, tocar um instrumento 
musical, ler... a televisão não só reduz o descontentamento por proporcionar distração, 
mas também que nos mantém em casa. Os periodistas assustam e ameaçam a população com 
noticias escabrosas, e intentam que a gente comum se identifique com os privilegiados por 
meio de reportagens sobre desfiles militares e de moda, coroações, bodas, batismos, 
enterros, vitorias esportivas, acontecimentos grandiosos... Também modelam a linguagem e 
transmitem um idioma padronizado.

Por outro, a Mídia deforma a realidade e criam estados de opinião publica. O
que não é informado, não existe. Em 1975, o Camboja estava nas mãos da
ditadura comunista do Khmer Vermelho. Em torno de um milhão de pessoas
foram assassinadas. A imprensa internacional capitalista fez eco do assunto, os
noticiários diariamente comunicavam o que ocorria e filmes documentários foram
feitos... Qualquer ocidental sabia o que ocorria no Camboja. Ao mesmo tempo o
exército indonésio, aliado dos Estados Unidos, invadia sobe a benção desse pais a
antiga colônia portuguesa do Timor Leste. As atrocidades foram as mesmas, o
número de mortos muito similar e o genocídio planejado e sistemático, a
população nativa dizimada e substituída por indonésios. Não se disse uma
palavra.

Do mesmo modo, a imprensa e televisão preparam o ambiente para a guerra
civil iugoslava, para invadir o Afeganistão ou o Iraque. Ou para criar medo sobre
alguns brutais e mórbidos crimes, para vender mais Coca-cola, ou para inculcar o
amor pelo Palmeiras ou pelo Corinthians (ou o time de vossa idolatria), por carros
velozes, por iogurtes desnatados ou por determinada roupa intima. Em
contrapartida desqualificam a dissidência anticapitalista, que é pintada com
anacrônica, anti-moderna, violenta e obsoleta.

São os grandes poderes os que exercem o monopólio da comunicação e o que
podem educar as “massas”. A oposição apenas poder fazer ridículos esforços. Que
são os 10.000 exemplares desta revista comparados com cem milhares de
exemplares diários da imprensa burguesa, de suas cadeias de televisão e de suas
emissoras de rádio?
(baseado no livro Anarquismo Básico da Fundação Anselmo Lourenço 
http://anarkio.net/index.php/libr/268-anarquismo-basico-1)


More information about the A-infos-pt mailing list