(pt) IFA - CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE INTERNACIONAL COM OS LIBERTÁRIOS CUBANOS

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sábado, 8 de Dezembro de 2012 - 16:15:38 CET


Sempre houve uma tradição libertária nas ilhas Caraíbas, o sentido libertário sempre 
imbuiu o povo cubano, é uma expressão revolucionária que nasceu muito cedo, durante as 
primeiras lutas contra a escravidão e pela independência no século XIX. O movimento 
libertário tem mais de cem anos em Cuba, ele foi banido da historiografia oficial pelos os 
historiadores e pelos editores cubanos submetidos ao partido comunista. ---- Em 1959, 
várias organizações anarquistas que lutaram, na clandestinidade ou na guerrilha para a 
Revolução ao lado dos Castristas foram proibidas. Naqueles anos, os libertários foram 
assassinados, presos ou forçados ao exílio. ---- Hoje, o movimento libertário cubano luta 
para reavivar o anarquismo. Um grupo de jovens, dentro da oficina libertária Alfredo 
López, questiona a realidade cubana, a história do movimento libertário e suas ideias.

Apesar da repressão e da incapacidade de se exprimir qualquer ponto de
vista libertário considerado subversivo nos meios de comunicação nas mãos
do regime, os libertário saem gradualmente da clandestinidade. Hoje a
presença libertária afirma-se nas ruas e nos bairros.

A Revolução criou imensa frustração e deceção especialmente nas novas
gerações. Um profundo desejo de liberdade, de dignidade, de falar e agir
existe em Cuba.

Os laços sociais ainda estão para ser reinventados para contribuir para
uma “revolução dentro da revolução” para combater a burocracia e a
corrupção generalizada.

O renascimento de um movimento libertário em Cuba, a existência de um
Fórum Social autogerido são elementos essenciais para realizar um amplo
trabalho de conscientização. Mas, para desenvolver as correntes
libertárias e as correntes críticas de tipo autogerido, federalista e
ecologista, é necessário meios materiais difíceis de encontrar na ilha.
Consequentemente, o apoio externo é de maior importância, apesar de se
tratar de uma ação delicada, porque a ajuda internacional aos movimentos
de oposição é considerada, pelo governo, como o financiamento do “império”
a favor da contrarrevolução.

Qualquer contribuição, através de livros, de revistas, de jornais, de CD
ou de DVD sobre experiências de autogestão, cooperativismo, economia
verde, decrescimentos ou ainda sobre o pensamento libertário, é bem-vinda,
para que os militantes cubanos antiautoritários, por demasiado tempo
privados de informações e de qualquer análise livre, possam enfrentar os
problemas económicos sociais e políticos do século XIX.

A solidariedade política Internacional é também importante nos casos de
repressão e obstrução vindas dos serviços do Ministério do Interior e
Segurança do Estado quando os nossos companheiros são molestados pelas
suas atividades.

Para enviar material (livros, revistas, CD, DVD, etc.), contactar o GALSIC
(Grupo de Apoio aos libertários e sindicalistas independentes em Cuba) :
cubalibertaria  gmail.com

Para apoiar os companheiros da Oficina libertária de Havana, pode enviar a
sua ajuda para um fundo de apoio permanente a cargo da Internacional das
Federações Anarquistas.

Envie as suas doações para a IFA :

Société d’Entraide libertaire (SEL) c/o CESL, BP 121, 25014 Besançon cedex
France (cheque à ordem de SEL, Cuba indicado no verso)

IBAN : FR7610278085900002057210175


More information about the A-infos-pt mailing list