(pt) [Espanha] M31: =?iso-8859-1?Q?Cr=F4nica_do_dia_internacional_contra_o_capitalismo_em_Tol?=edo

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sexta-Feira, 13 de Abril de 2012 - 14:07:06 CEST


No sábado (31 de março), este sindicato voltou para as ruas na passagem do dia
internacional contra o capitalismo (M31). Mais de 150 militantes da CNT denunciaram
nas ruas que o verdadeiro problema que estamos vivendo atualmente é o capitalismo,
que é uma crise permanente para a classe trabalhadora e que um só dia na rua não é
suficiente para acabar com esta situação.
A manifestação percorreu as ruas centrais da cidade de Toledo, sem parar de
denunciar tanto este sistema de dominação em que estamos acorrentados, como os
políticos e sindicatos pactuantes que o sustentam.
Na praça de Zocodover, vários companheiros e companheiras tomaram a palavra para
denunciar as mentiras desse sistema supostamente democrático, mas que na realidade
está ao pé das grandes elites financeiras do mundo, verdadeiros governantes na
sombra. Os companheiros e companheiras incentivaram todos os presentes para
organizar-se e lutar por seu futuro junto com os seus pares, organizando-se na CNT.

Depois do almoço, mais de trinta pessoas acudiram para o ato que os compas da CNT de
Aranjuez tinham programado para esse dia.

Após esta concentração e já de volta para Toledo, o companheiro David Ordoñez da CNT
de Jaen deu a palestra "Como se defender contra a nova reforma trabalhista". Diante
de um local a ponto de transbordar, o companheiro descascou passo a passo a farsa da
crise econômica atual e por isso estamos sendo atacados com base em cortes sociais.
Após esta primeira parte ele passou a dissecar a atual reforma que deixa apenas um
caminho, que é o caminho que levamos muito tempo percorrendo os e as
anarcosindicalistas, quer dizer, o caminho da ação direta. Em breve estará
disponível o vídeo da palestra.

A palestra foi seguida de um interessante debate, que deu por terminada a jornada de
luta, que em Toledo teve o apoio de companheiros e companheiras da Ciudad Real,
Puertollano, Argamasilla, Jaen e Aranjuez.

Só lembrar que tanto o 29 [dia da Greve Geral de 24h na Espanha] como o 31 são dias
isolados. A classe trabalhadora deve recuperar a consciência de classe e
organizar-se sem líderes em assembleias populares, para coordenar uma resposta
pujante e eficaz contra o capitalismo. Desde CNT seguiremos por esse caminho. Nos
acompanha?


Secretaria de Imprensa, Cultura e Propaganda da CNT-AIT de Toledo.


Notícias relacionadas:

http://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2012/04/05/holanda-centenas-de-pessoas-protestam-contra-capitalismo-nas-ruas-de-utrecht/

http://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2012/04/03/alemanha-protesto-anticapitalista-nas-ruas-de-frankfurt/

http://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2012/04/02/ucrania-anarquistas-saem-as-ruas-de-kiev-contra-o-capitalismo/


agência de notícias anarquistas-ana



More information about the A-infos-pt mailing list