(pt) [Grécia] 5 de março: Jornada de ações coordenadas nos transportes públicos

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 9 de Março de 2011 - 19:31:21 CET


[Uma breve informação sobre algumas ações realizadas em Atenas e Piraeus,
durante um dia de ações coordenadas nos transportes públicos.]
Atenas: A assembléia local de moradores dos bairros atenienses de
Petralona, Zisio e Kukaki realizaram algumas intervenções nas estações de
metrô de Petralona e Zisio. Foram levadas a cabo sabotagens nas máquinas
de picar bilhetes (máquinas de validação de bilhetes) e distribuição de um
texto da Assembléia, com instruções sobre como enfrentar os conferentes de
bilhetes (em 4 idiomas diferentes). Esta ação foi seguida por uma
distribuição de textos no bairro de Monastiraki; por volta das 13:00 horas
nos reunimos na estação de metrô deste bairro com membros de outras
Assembléias locais, áreas autogestionadas e ocupações. Uns alto-falantes
foram montados na praça, enquanto eram sabotadas as máquinas de bilhetes e
de picar bilhetes da estação de metrô local. Alguns debates, por vezes
intensos, às vezes em um contexto de compreensão mútua, compuseram o
cenário da ação, enquanto as primeiras 1.300 cópias do texto do comunicado
da Assembléia logo se esgotaram.

Piraeus: Às 11h30, os companheiros e companheiras de diversos bairros de
Piraeus (Keratsini Perama, Nikea, Korydalós, Cidade de Piraeus) realizaram
uma intervenção de uma hora na estação de metrô de Piraeus, pelo uso
gratuito dos transportes públicos. Cartazes foram colados sobre o tema,
uma faixa foi pendurada e as máquinas de picar bilhetes invalidadas, e
centenas de textos distribuídos aos passageiros dos trens de metrô, ônibus
e transeuntes.

Depois subimos no metrô, realizamos outra intervenção semelhante de alguns
minutos na estação de Faliro, e então chegamos a Monastiraki, onde nos
reunimos com dezenas de outros ativistas que tinham feito uma ação similar
em uma série de estações de metrô de Atenas, nas linhas subterrâneas e na
de superfície. Passamos duas horas em Monastiraki com alto-falantes,
faixas, distribuição de texto e invalidação das máquinas de picar os
bilhetes.

As ações de desobediência social e de recusa a pagar, contra os impostos e
o roubo da nossa vida, vão continuar...

Mais infos:

› http://sineleusimetafores.wordpress.com

› http://anarxiko-resalto.blogspot.com

Frases nas imagens/faixas em anexo:

[1] O transporte não é uma mercadoria, é uma necessidade social -
Transporte gratuito para todos – Luta comum dos trabalhadores e dos
passageiros.

[2] Transporte público gratuito para todos - Solidariedade entre os
trabalhadores e passageiros - Não pagamos mais impostos - Desobediência
social.

agência de notícias anarquistas-ana





More information about the A-infos-pt mailing list