(pt) Solidariedade aos 300 imigrantes em greve de fome na Grécia]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 23 de Fevereiro de 2011 - 05:23:24 CET


Em 25 de janeiro, 300 trabalhadores imigrantes começaram uma greve de
fome em Atenas e Tessalônica. A principal reivindicação é que se
legalize a situação em que estão.
Neste momento, quando a crise financeira eclodiu e as forças políticas
de direita entraram em ação, pode parecer uma necessidade extrema. Por
esta razão, precisamos prestar atenção a suas demandas, para criar
fissuras simbólicas no sistema e alcançar vitórias políticas.
O aparelho político e os meios de comunicação na Grécia já começaram
a pressionar a luta dos imigrantes e aqueles que simpatizam com eles. É
urgente garantir o maior apoio possível neste instante. Eles já estão
em 28 dias de greve de fome, num momento crucial.
Em seguida, uma petição de assinaturas. Todos aqueles que pretendam
assinar pode enviar seu nome e profissão para o seguinte endereço:
ypografes.allilegyi.stin.apergia  gmail.com
Solidariedade com a luta dos 300 em greve de fome
Quantas vezes têm que arriscar suas vidas para confirmar sua existência
e as nossas?
Para ter o direito de viver com dignidade e esperança, em um país que
coloca os fracos e vulneráveis como bodes expiatórios.
Pelos imigrantes que, com seu próprio sangue, o seu trabalho mal pago e
criatividade, fazem mover o motor econômico do país.
Por aqueles que buscam a liberdade e escapar da miséria, guerra ou
qualquer tipo de ocupação "pacífica", e cruzam fronteiras em busca de
uma vida melhor.
Pelos imigrantes que perderam suas vidas nas fronteiras dos países
europeus; para as 13.000 vítimas da doutrina da segurança desde 1993 e
milhares de pessoas que continuam desaparecidas.
Pelos filhos de imigrantes que crescem com limitações e exclusões
sociais e jurídicas.
Para gerar uma consciência comum, uma luta e uma causa, juntando-se os
interesses sociais de gregos e imigrantes, que produzem riqueza social em
todos os tipos de serviços: construções, fábricas, no campo, no
trabalho doméstico – assim como os interesses dos desempregados.
Pelas razões acima mencionadas e outras não mencionadas:
Expressamos nossa solidariedade com os 300 imigrantes em greve de fome.
Exigimos a legalização incondicional de todos os imigrantes.
Apoiamos a necessidade dos imigrantes de igualdade de direitos políticos
e sociais e de obrigações com relação aos trabalhadores gregos.  
Assembléia de Solidariedade aos Imigrantes em greve de fome
Mais infos:
› http://hungerstrike300.espivblogs.net/
agência de notícias anarquistas-ana


More information about the A-infos-pt mailing list