(pt) [Chile] "Caso bombas": Jornada de agitação e propaganda a partir de 14 de abril

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 14 de Abril de 2011 - 17:03:09 CEST


Comunicado: a todos e todas indóceis em cada canto do Planeta.
Já são quase 8 meses em que as forças da ordem apresaram nossos corpos,
que o Estado desenterrou todos seus títeres e trapaças em uma nova onda
repressiva. Os 5 anos de investigação aos mais de 100 bombaços
manifestavam “resultados concretos”.

O “caso bombas” é um julgamento político que poderia calçar qualquer
dissidente do capital, casos similares vem se repetindo em outros
territórios, as garras do panóptico continua levando seres a sua fúnebre
boca, uma medida exemplificadora para todo aquele e aquela que tente tão
só questionar a agradável ordem cidadã.

Para os e as que estão atrás das grades, nossas ferramentas são escassas,
e desde 21 de fevereiro iniciamos uma greve de fome líquida indefinida,
exigindo como primeiro ponto a absolvição desta montagem midiática
jurídica-policial e com isso nossa almejada saída para às ruas.

Qualquer letra neste comunicado careceria de sentido se não se traduz em
ações. A solidariedade é um exercício que rompe as lógicas da dominação,
uma formosa arma que se pode usar de muitíssimas formas. É por isso que
fazemos um chamado a solidariedade em todas as localidades, territórios e
espaços onde continua as mentes inquietas, em uma jornada de agitação e
propaganda a partir de 14 de abril até o 21 do mesmo mês pelo fim do
presídio dos acusados do “caso bombas” detidos desde 14 de agosto de 2010.

Abaixo os muros das prisões!

Presos e presas do "caso bombas" em greve de fome para as ruas!

Presos e presas do "caso bombas" detidos no Centro Penitenciário Feminino
e na Unidade Especial de Alta Segurança da Prisão de Alta Segurança de
Santiago.

agência de notícias anarquistas-ana





More information about the A-infos-pt mailing list