(pt) [Espanha] Crônica das III Jornadas sobre Livre Pensamento

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 7 de Julho de 2010 - 14:56:45 CEST


[Pelo terceiro ano consecutivo, aconteceu em Madri as Jornadas sobre Livre
Pensamento, de 16 a 19 de junho, com a exibição do documentário "Rocio", as
palestras-debates "Autobiografia de Deus Pai", "Irlanda, história de uma identidade
sob a moral católica" e a apresentação do grupo "Amigos do Livre Pensamento...
Ratzinger, ito domun". Na última hora os organizadores do encontro tiveram que
transferir o local das Jornadas, de um teatro público para um café-bar. A seguir uma
crônica sobre o evento escrita pelo Grupo Anarquista Volia.]
Foi no café-bar El Cosaco que se realizaram, este ano, as Jornadas. Um pequeno
palco, um piano e uma discreta luz, unidos à coloração entre a madeira e o azul do
palco, re-criando um clima de tranqüilidade, muito apropriado para a discussão e o
debate.

A exigência e a incompetência da administração - neste momento não podemos falar de
repressão - não diminuiu nem um pouco a importância do encontro. Desejamos que os
nossos amigos recuperem o mais rápido possível as atividades do Teatro de las Aguas,
onde as artes cênicas sejam livres para tomar as suas próprias decisões. Em qualquer
cidade é fundamental e necessário o desenvolvimento de uma cultura independente das
instituições, mas mais necessária será em Madri, pois as instituições municipais e
autonômicas asfixiam qualquer iniciativa que não possam controlar.

As Jornadas começaram com a projeção de "Rocio", de Fernando Ruiz. Extraordinário
documentário que mostra, sem juízos de valor, a diferença entre as classes sociais,
o fervor e o fanatismo religioso e as suas conseqüências, além da coincidência das
aparições marianas com as lutas obreiras. Ressaltamos as diferenças de classes
sociais por ser causa de injustiça social e porque hoje em dia se minimiza essa
diferença com o objetivo de dar prioridade a outro tipo de reivindicação
interclassista e atomizada, que não inclui na sua análise as diferenças sociais ou
econômicas. Em nossa opinião, não pode haver justiça social sem igualdade econômica.

No debate abordou-se a imprecisão do diretor ao tratar a Reconquista e o
desconhecimento da existência da obra integral que foi seqüestrada pela censura
democrática; no debate foi dito que atualmente se havia recorrido também ao
seqüestro, mas sem êxito.

Em 1991 foi publicado "Versos Sabáticos. Autobiografia de Dios Padre" (Versos
Sabáticos. Autobiografia de Deus Pai). Estudo satírico, documentado e rigoroso para
o qual Moncho Alpuente, jornalista, escritor e cantor, utilizou como fonte de
documentação "La Vulgata" (A Vulgata) de São Jerônimo. As traduções modernas da
Bíblia foram transformando o texto bíblico num livro de contradições e aberrações,
tornando-o mais acessível e real para o crente ingênuo. Porque até o começo do
século XX a Igreja católica manteve no índice de livros proibidos o seu livro
sagrado? Lembramos que a Bíblia era só acessível a sacerdotes e a especialistas
autorizados sob pena de excomunhão.

Com ironia fina e mordaz, Moncho abordou alguns dos livros do Antigo Testamento em
sua apresentação, que foi acompanhada por um aperitivo de hóstias, com panchitos e
geléias.

Esperamos a rápida reedição deste livro, a sua contribuição é muito importante para
a compreensão da religião. A este projeto foi dedicada a chuva de hóstias que fechou
o segundo dia das Jornadas.

No terceiro dia das Jornadas tratou-se "o poder que a Igreja e o Estado exercem
sobre a sociedade através da construção da identidade feminina".

O estudo da história da Irlanda é a base do interessante trabalho de Laura, da
Biblioteca Franco Serantini (Pisa, Itália), que, diga-se desde já, viajou da
Sardenha expressamente para participar nas Jornadas. O nacionalismo irlandês e o
espanhol do franquismo quase não diferem entre si, foi uma das conclusões aceita por
todos. A situação da mulher em geral e na Irlanda em particular foram objeto deste
debate.

Rolou outras discussões, como a situação da mulher no meio rural; sua incorporação
no trabalho após a Revolução Industrial, o nacionalismo, a repressão de anarquistas
na Irlanda e, naturalmente, também não faltou a polêmica, não isenta de veemência ao
tratar feminismo e machismo.

Tanto a apresentação como a discussão foram muito interessantes e deixam a porta
aberta para continuar aprofundando na análise de todos os aspectos relacionados com
a repressão sobre a mulher e o seu impacto no resto da sociedade.

A apresentação do grupo "Amigos do Livre Pensamento - Ratzinger ito domun", começou
com a projeção de um documentário, excerto de outros vídeos, realizado pelo próprio
grupo, onde foi discutido diferentes aspectos do conhecimento em relação à religião.
Especialmente sobre a influência das seitas cristãs nas crianças.

Uma variedade de tópicos foram abordados posteriormente. A diferença entre
solidariedade e caridade, a inocência e o medo usados pela religião para controlar
as pessoas, a visita de Ratzinger e a contribuição financeira do Estado para a
igreja, que é feita diretamente e através de benefícios fiscais as empresas
patrocinadoras, a atividade do grupo e a sua organização -

Para finalizar, o grupo fez um convite à participação de forma ativa nas suas
atividades que, de momento, são a realização de um ciclo de cinema ateu, um anuário
anticlerical e um grupo de estudo, conferências e tertúlia.

Assim chegamos ao final das III Jornadas. Bonita iniciativa de protesto irônico,
satírico, com conteúdo e fundamento que se baseia na análise e no estudo.

Para finalizar esta crônica, a frase do documentário de apresentação: "Sem religião
haveriam pessoas que fariam boas e más ações, mas só a religião tem a capacidade de
fazer com que as boas pessoas realizem más ações".

Obrigado a todos os que participaram e esperamos vê-los no próximo ano.

Nem Deus Nem Mestre.


Grupo Anarquista Volia


Tradução > Liberdade à Solta

agência de notícias anarquistas-ana

No ocaso do outono
só o carrapicho gruda
na velha calça...

Anibal Beça



More information about the A-infos-pt mailing list