[ =?iso-8859-1?Q?Val=EAncia_]_Expropria=E7=E3o_de_um_Mercadona_no_bairro_op?= er�rio de Torrefi=?iso-8859-1?Q?oper=E1rio_de_Torrefiel?=

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sábado, 25 de Dezembro de 2010 - 09:23:38 CET


No sábado passado, 18 dezembro, um grupo de pessoas realizou uma
Expropriação no supermercado Mercadona, do bairro humilde e popular de
Torrefiel, em Valência. Este é o panfleto que foi distribuído durante a
ação.---Não pedimos dinheiro, apenas tomamos o que é nosso...A atual crise
econômica está batendo forte nos setores mais fracos da sociedade: jovens,
trabalhadores precários, imigrantes, desempregados, famílias de baixa
renda, maiores de 55 anos, pensionistas...Somos nós que sofremos mais
intensamente os problemas da falta de oportunidade, a redução da ajuda
social, a generalização da precariedade, o aumento do racismo e da falta
de solidariedade. Outra razão para esta situação difícil é a dificuldade
que temos para poder acessar bens, direitos e serviços, essenciais à vida
diária. O problema de nossa escassa renda mensal é acrescida à obrigação
de pagar preços cada vez altos para cobrir as nossas necessidades básicas.
O acesso a moradia digna, ao transporte público, a educação e formação de
qualidade, a cultura, a alimentação é hoje em dia, para muitos de nós, um
gasto excessivo difícil de suportar.---Infelizmente, esses bens e serviços
se tornaram um luxo, e só podem ser feitos sem preocupação pelos setores
mais abastados da população, deixando de fora uma parte importante da
sociedade. É por isso que alguns jovens, trabalhadores precários e
estudantes decidiram fazer uma Expropriação do Mercadona.---Com esta ação
pretendemos denunciar a injustiça dos gastos com alimentação, bem como com
outros direitos básicos, que representam um valor excessivo da renda
mensal, e as dificuldades econômicas que isto implica. Da mesma forma,
queremos reivindicar a importância de que as necessidades básicas possam
ser aceitáveis e acessíveis para todos os grupos sociais. Só desta forma é
possível garantir uma vida digna para todos, independentemente da sua
condição social.
agência de notícias anarquistas-ana


More information about the A-infos-pt mailing list