(pt) [Espanha] A CNT irá redobrar os esforços na sua luta sindical, sem e squecer a economia alternativa

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sexta-Feira, 10 de Dezembro de 2010 - 08:36:01 CET


No encerramento do seu X Congresso, a CNT mantém a estratégia sindical
assembleária e desde a base, sem eleições sindicais, liberados ou
subvenções.--- A organização anarcosindicalista vai redobrar os seus
esforços em direção aos setores mais precários da economia e da sociedade,
aumentando a sua colaboração com os movimentos sociais e sindicais.
O próximo Comitê Confederal será estabelecido em Córdoba, com Alfonso
Alvarez como Secretário Geral.---Enquanto celebrávamos a última sessão do
X Congresso da CNT, iam sendo esclarecidas as linhas mestras do que será a
sua conduta sindical e social para os próximos quatro anos. Um centenário
cheio de delegações – mais de 500 cenetistas, especialmente jovens –
concluíam assim estas 50 horas de assembléia, além das discussões
anteriores nos respectivos sindicatos de origem.---Após uma análise
detalhada da evolução do capitalismo e da sociedade de classes no
contexto atual, a CNT considera que diante dos grandes problemas da
humanidade a organização deve seguir as mesmas formas de luta que tantos
sucessos deram ao movimento operário antes de sua absorção pelo sistema ao
longo do século passado.--- As múltiplas crises que sofremos hoje
(ambiental, alimentar e econômica) têm por trás um capitalismo mais
predador, uma vez que os sindicatos esqueceram suas ferramentas clássicas
de organização: ação direta, autogestão e federalismo. Nesse sentido, a
CNT considera que a sua estratégia sindical contra as eleições sindicais,
sem liberados nem subvenções, é a única alternativa que resta para a classe
trabalhadora para inverter essa correlação de forças adversas para frear a
especulação, a exploração laboral, a destruição ambiental, os abusos
sociais de todos os tipos (sobre imigrantes, mulheres, presos,
crianças...).---Entre as resoluções aprovadas se encontra uma clara
denúncia contra a economia financeira: a organização está empenhada em
garantir que seus ativos não caiam em qualquer fundo especulativo e vai
promover a objeção fiscal. Também aumentará a presença no local de
trabalho, privilegiando os setores mais precários como a hotelaria,
comércio, alimentação... Os problemas inerentes a este sistema econômico
afetam cada vez mais pessoas trabalhadoras, assim as alianças pontuais com
os movimentos sociais e sindicais são de grande relevância para se
levantar no dia a dia. Serão promovidas as lutas transversais em torno da
ecologia, gênero e educação, bem como iniciativas específicas, tais como
grupos de consumo responsáveis ou de pedagogia libertária.
Ontem à noite foi eleito o Secretário Geral: Alfonso Alvarez, um motorista
de ônibus em AUCORSA e Córdoba como local de residência do Comitê
Confederal. Além disso, a CNT vai continuar trabalhando para articular um
movimento de economia alternativa mais além do cooperativismo retumbante,
mediante coletividades de produção e consumo local, sem esquecer que a
solução final para os problemas causados pelo capitalismo é sua
substituição por um sistema de pessoas livres, sem ataduras econômicas,
nem
religiosas, que estejam organizadas de baixo para cima, partilhando as
necessidades e a economia: o comunismo libertário.
Miguel Fernández Martín
Secretário de Imprensa e Comunicação
agência de notícias anarquistas-ana


More information about the A-infos-pt mailing list