(pt) [Espanha] O sindicato CNT celebra seu X Congresso

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sexta-Feira, 3 de Dezembro de 2010 - 20:16:49 CET


De 4 a 8 de Dezembro, em Córdoba
Mais de 500 delegados, representando cerca de 120 sindicatos da
Confederação, discutirão na capital andaluza propostas e alternativas para
os novos desafios impostos pela versão mais descarnada de um Capital que
está batendo com toda sua força os direitos e necessidades básicas da
classe trabalhadora.
Para a CNT, a realização deste congresso é um motivo particularmente
importante, pois não em vão será realizado quando a organização
anarcosindicalista comemora seus cem anos de existência. Um século de
lutas, repleto de companheiros e companheiras que foram construindo com
suas vidas e energia, o ideal libertário. Um século de acertos e também de
erros, mas sempre repleto com a convicção de que a classe trabalhadora
pode criar uma sociedade diferente desde a ação direta, a solidariedade e
a autogestão. Uma sociedade para as pessoas e não para o dinheiro.
O X Congresso é a constatação de que a CNT segue viva e lutando cem anos
depois, tal e como demonstra diariamente nas empresas e nas ruas, sendo
protagonista de muitas lutas no ano passado: Flightcare, FCC, Casolo,
SEAGA, Mercadona, ISS, Ryanair, PRASUR, ACSA, CESPA... e estendendo a
áreas até então negligenciadas ou apenas tangencialmente tocadas pelos
sindicatos oficiais: a Arqueologia, a Intervenção Social, o setor
florestal (onde a CNT convocou uma greve sozinha para a Galiza no verão
passado) ou protagoniza a potencialização de assembléias de desempregados
ou greves gerais em lugares como Lebrija pela divisão justa do trabalho. E
sempre fiel aos seus princípios.
Porque, apesar do tempo decorrido, estes permanecem vigentes as premissas
do anarcosindicalismo e suas análises da sociedade e do trabalho. E ainda
que não faltem vozes interessadas para dizer que não existimos, seguimos
trabalhando todos os dias para levar os nossos princípios à prática. A
ação sindical que levamos a cabo demonstra, apesar das restrições impostas
sobre nós, que é possível um sindicalismo além da armadilha das eleições
sindicais, sem liberados, sem subsídios, com base no apoio mútuo e na
solidariedade, e não na inerte "representatividade".
Agora que não se apagou os ecos da reforma trabalhista, e que já se começa
a perceber os efeitos que terá a reforma da previdência, a CNT visa com o
X Congresso estruturar uma resposta organizada, coordenada e contundente
frente a nova reviravolta do capitalismo financeiro, insaciável e imoral.
Em paralelo com a realização do X Congresso, estão sendo realizadas umas
Jornadas Culturais desde princípios de novembro e prosseguirá até a
reunião Confederal.
Mais informações: http://cnt.es/xcongreso
agência de notícias anarquistas-ana




More information about the A-infos-pt mailing list