(pt) [França, Alternative Libertaire] Solidariedade com os povos europeus em luta! (fr , in, it )

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 2 de Dezembro de 2010 - 08:18:15 CET


Estas últimas semanas, os sinais da cólera dos povos europeus
multiplicam-se: greve geral em Portugal, manifestações de amplitude
histórica na Irlanda, movimento estudantil em Inglaterra, e - esperemo-lo-
o arranque de um movimento de longo fôlego após a mobilização em torno das
pensões de reforma, em França. Se as palavras de ordem podem variar de
país para país, a revolta tem em todo o lado a mesma origem: a recusa dos
povos em pagar a crise da qual não são responsáveis, custeando os pacotes
de austeridade que são os únicos a suportar, para que não sejam os
capitalistas a pagá-los.

O caso da Irlanada é emblemático: abaixamento das prestações sociais,
despedimento dos efectivos da função pública e cortes nos salários dos
funcionários; aplicação do imposto sobre o rendimento aos que estavam
isentos (os mais modestos). Mas o governo não irá tocar no imposto sobre
as sociedades, apesar deste ser um dos mais baixos da Europa. O povo
irlandês não dobra a espinha e dezenas de milhares de manifestantes
ocuparam a rua na semana passada.

Em Inglaterra e na Irlanda, as propinas nas universidades explodem,
acentuando ainda mais a selecção pelo dinheiro à entrada do ensino
superior. Também aqui, os estudantes responderam por um movimento de
protesto particularmente combativo. Na Itália, igualmente, os estudantes
mobilizam-se contra uma nova lei que transforma a Universidade em escrava
da lógica capitalista.

Não sejamos ingénuos: se a União Europeia e o FMI impõem estas medidas de
austeridade, não é por necessidade económica, visto que estes planos vão
fazer mergulhar um pouco mais os países na recessão; é porque eles vêm
nesta crise uma ocasião histórica de varrer os magros direitos sociais que
nos restam.

Perante isto, devemos responder pelo combate e pela solidariedade entre
trabalhadores e trabalhadoras dos países atingidos. Frente a estes
ataques, o internacionalismo é mais necessário do que nunca: precisamos de
um moviomento social europeu.

Alternative libertaire afirma a sua solidariedade com os povos em luta
contra os planos de austeridade e a barbárie capitalista.

Alternative libertaire
le 30 novembre 2010

(tradução por MB , A-Infos)






More information about the A-infos-pt mailing list