(pt) [Reino Unido] MEDIA: Anarquistas de Bristol ocupam antiga catedral católica

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2009 - 09:32:34 CEST


Um grupo de manifestantes planejando uma semana de ações ocupou um prédio
abandonado em Bristol com a demanda de mudança social.

O grupo Co-Munity¹ começou suas atividades no sábado (12) com uma feira de
livros “anarquista” na praça central da rua Bridewell.

Outros eventos planejados para essa semana incluem a “costura radical²”,
escrita de músicas e os jogos anarquistas de Bristol.

Durante o fim de semana o grupo ocupou a antiga catedral católica na
Alameda Pré-Catedral.

O edifício tombado, também conhecido como a Igreja dos Doze Apóstolos, foi
construído em 1830 e era a principal igreja católica de Bristol até a
construção de uma nova na Avenida Pembroke.

O nome Pré-Catedral surgiu pois ela era uma paróquia que funcionava como
catedral.

A catedral e o terreno foram utilizados pela Escola Waldorf até 2002 e
enfocava atividades criativas que iam de jardinagem a lições acadêmicas,
depois disso foi vendida para reconstrução.

Durante 2007 o espaço foi limpado e funcionava como um teatro e espaço
artístico com os grupos Invisible Circus e Artpace Lifespace.

Samantha King do grupo Co-Munity disse: “Estamos muito felizes de abrir o
espaço para as pessoas de Bristol, mesmo que temporariamente.”

“Apesar de terem pedido que o Invisible Circus saísse do local ele foi
deixado para as pombas.”

O grupo se refere ao espaço como um “espaço de convergência” e convidou
pessoas para dormirem, comerem, se encontrarem e discutirem planos para a
semana lá.

A programação de eventos começou ontem com um workshop anti-militarista e
um curso para cortar máscaras de stencil.

O grupo Co-Munity tem como slogan “mudança social, não mudança climática”
e afirmam acreditar na “ação direta, tomada de decisão em grupo e
responsabilidade compartilhada”.

O grupo enviou uma carta aberta ao jornal Evening Post explicando suas
intenções para a semana e respondendo à carta publicada pela polícia a fim
de garantir que os protestos são pacíficos.

[1] Grupos que faz uso de métodos experimentais de ensino.
http://co.munity.org/vision.html

[2] A costura radical ou radical knitting pretende promover o diálogo
sobre assuntos diversos através dessa atividade.
http://www.ms.unimelb.edu.au/~paul/radical.html

Fonte: Evening Post

Tradução > MAH

agência de notícias anarquistas-ana


More information about the A-infos-pt mailing list