(pt) [Sérvia] O/as "6 de Belgrado" são acusados formalmente

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sexta-Feira, 13 de Novembro de 2009 - 09:53:07 CET


Agora mais do que nunca solidariedade!
Na Sérvia os líderes políticos e capitalistas promovem o nacionalismo
fascista e o chauvinismo desencorajando a unidade para lá das fronteiras,
entre aqueles que são explorados e oprimidos. ---- Recordemos que em
fevereiro de 2008, depois da declaração de independência do Kosovo, a
embaixada dos Estados Unidos foi incendiada pelos nacionalistas sérvios,
sem que tenham sido acusados de "terrorismo". Convém recordar também que
já em setembro deste ano, os ativistas LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e
Transexuais) viram impedida a sua celebração, uma marcha em Belgrado, com
as autoridades ainda a informarem-nos de que não só não garantiam a
segurança dos participantes como também os inculpariam pelos danos que os
grupos fascistas pudessem fazer se os atacassem.
É este mesmo Estado nacionalista e pró-fascista que vem acusar de
"terrorismo" os nossos companheiros sérvios.
Neste contexto, pouco importa se os trabalhadores detidos na Sérvia são
"culpados" ou "inocentes". Cremos que, como muito bem assinalaram alguns
anarquistas gregos nas declarações de solidariedade que "as lutas sociais
não são legais ou ilegais, mas são justas".
As expressões de solidariedade com os companheiros sérvios têm vindo a
acontecer pelo mundo inteiro. As concentrações, manifestações e outros
protestos, foram notáveis pelo menos em Varsóvia (Polônia), Bratislava
(Eslováquia), Viena (Áustria), Praga (República Checa), Ljubljana
(Eslovênia), Zagreb (Croácia), Sydney (Austrália), Londres (Inglaterra),
Lisboa (Portugal ), Moscou e S. Petersburgo (Rússia), Kiev (Ucrânia),
Atenas, Tessalônica e Komotini (Grécia), Hamburgo, Berlim e Frankfurt
(Alemanha), Denver (EUA.), Sofía (Bulgária), La Haya (Países Baixos),
Skopje (Macedônia), Berna (Suíça), Madri, Zaragoza e Granada (Espanha),
Paris (França), Ankara (Turquía ) etc., etc.
No começo de outubro, depois de um mês de detenção, o juiz encarregado do
caso ordenou o alargamento do período de detenção destes companheiros por
mais um mês, ao mesmo tempo que "as investigações" continuavam.
Em 3 de novembro, a Procuradoria de Belgrado anunciou que tem a intenção
de apresentar “encargos” pelo delito de "terrorismo internacional" contra
os seis membros da Iniciativa Anarcosindicalista (ASI) e outros. Neste
momento, a detenção preventiva para o/as 6 de Belgrado foi ampliada.
Pedimos a todo/as que se enviem cartas de protesto para participar numa
ação massiva.
Portanto, é muito importante que sigamos para mostrar a nossa
solidariedade com o/as 6 de Belgrado.
Tradução > Liberdade à Solta
agência de notícias anarquistas-ana




More information about the A-infos-pt mailing list