(pt) [Ucrânia] Solidariedade com os antifascistas presos por se defenderem de um ataque nazi-skin em Odessa

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sábado, 16 de Maio de 2009 - 14:36:19 CEST


Em 17 de abril em Odessa, 15 nazis-skins usando garrafas de vidro e pedras
atacaram 5 antifascistas. Os jovens antifascistas estavam sentados num
banco quando eles se aproximaram gritando frases fascistas e provocando
uma briga. Para se defenderem, os antifascistas tiveram que usar um
canivete (um meio para a auto-defesa que não é proibido pela lei
ucraniana).

O nazi-skin Maksim Chaike (foto em anexo) foi ferido. Dado que não
prestaram assistência médica adequada, ele acabou falecendo. Se os
antifacistas não tivessem se defendido, seriam eles que estariam mortos.
Os fascistas tentam agora obter vantagens deste incidente, por isso
apresentam alguns "fatos" falsos e mentem ao público.

É de conhecimento que Chaika, juntamente com seus amigos nazistas
freqüentemente ameaçavam os ativistas antifascistas. Eles colecionavam
informação (inclusive senhas pessoais) sobre os antifascistas para depois
os atacarem. Naturalmente, os nazistas agora negam estes fatos.

As mídias burguesas reproduzem o mito que Chaika era ativista de uma
"organização patriótica" que se chama Sich. Mas é sabido que a organização
Sich é uma agremiação dos nazis-skinsheads, que prepara e organiza ataques
baseados na origem racial.

O presidente da Ucrânia declarou em um das suas intervenções sobre o tema
que os antifascistas eram "os terroristas" e que Chaika era uma vítima
inocente que foi assassinado "por amar a Ucrânia". Mas isso não é
verdadeiro.

Agora os antifascistas tornaram-se objetos de perseguição por parte da
polícia. Assim, há poucos dias um jovem antifascista foi detido e depois
torturado numa delegacia. E isso não é tudo. Há informação que os agentes
da polícia praticam escutas telefônicas nos aparelhos dos ativistas
antifascistas. Também já é considerado um crime o fato de que um amigo seu
tenha apontado no seu celular as palavras "antifa" ou "afa".

Nós, ativistas antifascistas, damos nossos mais sinceros pêsames à família
de Maksim Chaika e seus parentes. Os que incitam as juventudes com a
ideologia neo-nazista, fazem dinheiro e usurpam o poder, e são eles os
verdadeiros culpados da morte de Maksim Chaika.

Exigimos que a polícia faça uma investigação imparcial do incidente e
reconheça o fato que os antifascistas foram obrigados a se
auto-defenderem!

Exigimos que os meios de comunicação denunciem as provocações dos
fascistas e apresentem os dados objetivamente, por que destes dependem o
destino dos antifascistas!

Exigimos que acabem com as perseguições aos antifascistas, porque o
antifascismo não é um crime!

Pedimos aos antifascistas do mundo inteiro para que façam ações de
solidariedade com os antifascistas de Odessa. Queremos fazer essa ação no
dia 20 de maio.

agência de notícias anarquistas-ana


More information about the A-infos-pt mailing list