(pt) A PLEBE 59 Junho 2009

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 9 de Julho de 2009 - 16:54:54 CEST


Órgão de Divulgação da Federação Operária de São Paulo (FOSP – Fundada em
1905)Filiado a Confederação Operária Brasileira (COB) e a Associação
Internacional dosTrabalhadores (AIT)
Caixa Postal 1933/ C.E.P.- 01009-972/São Paulo-SP/E-mail:
fospcobait  yahoo.co.uk

A MENTIRA CONTINUA! ACHAM QUE VOCÊ É UM IDIOTA!

Enquanto o noticiário televisivo, porta-vozes sinceras do governo
capitalista – ao
estilo ‘rede bobo’, insiste e repete que a crise acabou e que o emprego
está em
crescimento. Pura lorota, à vista de todos, que preferem não ver o abismo
e dão
apoio incondicional ao governo Lulista, quebrando as pesquisas de opinião
que lhe
dão mais de 80 % de apoio!

A verdade é bem outra! Em um ano mais de 5 milhões de trabalhadores perdeu
o emprego
em todo o mundo, a OIT fala de mais 240 milhões em 2009! Que isso se
concentre mais
na Europa e nos U$A, muito sobrará pra todo o mundo: redução do comércio
industrial
mundial, com o aumento da exclusão social em todos os países importadores de
matérias-primas – como o Brasil, que corre o risco de ver seu parque
industrial, já
em franca decadência, desmoronar, assim voltamos a uma vida de colônia.
Outras
conseqüências apontam para o fortalecimento do fascismo, num quadro
semelhante aos
anos que antecederam a 2ª guerra mundial. Tudo na defesa dos interesses da
minoria
capitalista, que envergonhada e clandestinamente apóiam a ascensão do
fascismo como
forma de enfrentar a revolta resultante do aumento da miséria mundial.

No Brasil o quadro se repete: os escândalos no meio político se
generalizam e temos
novidades diárias, com denuncias de corrupção praticadas pelos apoiadores
do governo
Lula/PT – que sai em sua defesa, assim como na defesa dos capitalistas.
Para enganar
o povo Lula, em plena campanha eleitoral, lança a farsa do PAC da moradia
falando em
1 milhões de casas em 4 anos – até agora nenhuma! Na verdade ele está levando
milhares de inadimplentes dos vários sistemas de habitação anteriores que se
encontram em inadimplência crônica – após pagar décadas de parcelas
regularmente. Já
tivemos violentos enfrentamentos entre esses novos sem-teto e a PM, que
vem impor a
vontade da ‘justiça’, no Pará e em Belo Horizonte/MG. A midia falda e escrita
escamoteiam essas notícias, dando destaques as notícias do meio político –
cortina
de fumaça ao qual chamam de ‘ representantes do povo’.

Da mesma forma a classe trabalhadora busca reagir, apesar de sua
desorganização
prática, e dezenas de categorias realizam greves nos meses de maio e
junho, sem que
se conseguisse unificá-las ou estendê-las. Greves localizadas, como a dos
metroviários de Belo Horizonte. A greve geral de Campinas contou com o
apoio ativo
da FOSP/COB-AIT, mas os partidos a trataram como meio de auto-promoção –
levando a
derrota do movimento. Outro exemplo é a greve geral da USP, resultado da
criminalização da greve vitoriosa de 2007, que se estende por mais de um
mês – após
várias tentativas de negociação. Mesmo permanecendo isolada, apesar de contar
formalmente com o apoio das CUTs e CONLUTAS da vida, sem que nenhuma
central oficial
lance a palavra de ordem de greve geral de solidariedade, segume sua luta
isoladamente colocando a radicalidade de questionar a estrutura gestora da
USP,
apontanto para a realização de um Congresso Geral da USP para modificar
todas as
suas estruturas de poder – colocando até a discussão da auto-gestão. Que seja
preparado desde as unidades, em Plenárias unificadas de trabalhadores
docentes e não
docentes e estudantes, criando condições para um Congresso que seja
paritário e não
só de docentes, que monopolizem o poder! Apoiamos isso e chamamos o
movimento de
solidariedade junto ao conjunto da classe trabalhadora.

TODO APOIO À GREVE GERAL DA USP!
PELA GREVE GERAL DE SOLIDARIEDADE!







More information about the A-infos-pt mailing list