(pt) [Colômbia] Relato da Feira de Cultura Libertária em Me dell Medellín

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Terça-Feira, 28 de Abril de 2009 - 12:34:50 CEST


A “Feira de Cultura Libertária” foi, de início, uma proposta do Koletivo
Anarquista Agitação, que teria como finalidade ocupar espaços e
desenvolver diversas expressões culturais. Por isso, nos eventos
anteriores, realizados nos anos de 2006 e 2008, a feira teve um enfoque
musical e contracultural. Este ano, levando em conta os encontros
anteriores, o Centro de Investigação Libertária e Educação Popular (CILEP
Medellín), a Distribuidora de Pedagogia Libertária NachoLee e a Cruz Negra
Anarquista Medellín se animaram a realizar a Feira na cidade de Medellín
com um enfoque específico: a educação popular como meio para construir
práticas político-pedagógicas de acordo com nossas realidades. A Feira
deste ano contou com a participação de coletivos anarquistas locais e
nacionais, assim como movimentos sociais e políticos que estão sendo
desenvolvidos na Colômbia.

A “Casa Taller Platohedro” foi o lugar onde aconteceram as palestras e
oficinas da Feira nos dias 6 e 7 de abril. No primeiro dia teve início a
apresentação dos eixos de trabalho do CILEP Medellín, Bogotá e Manizales e
com a introdução da “Rede Libertária Popular Mateo Kramer” da cidade de
Bogotá. Seguidamente se realizou uma oficina visual denominado “Arte como
ferramenta de crítica social” do professor Leonardo Correa e um informe
sobre a questão carcerária na atualidade e os processos da “campanha
permanente de solidariedade com os presos políticos” por parte da Cruz
Negra Anarquista de Bogotá.


A “Corporação Cultural Estanislao Zuleta” aceitou o convite para
participar da Feira e deram uma palestra que aconteceu na rua, em frente a
Casa Platohedro, sobre “Estanislao Zuleta e sua crítica ao modelo
educativo vigente” . Finalmente, encerrando a programação do primeiro dia,
o “Coletivo La Colmena”, da cidade de Manizales, realizou uma oficina
pedagógica ilustrativa sobre o Plano Colômbia.
O segundo dia, terça-feira, 7 de abril, começou com um vídeo que foi
enviado de Bogotá pelo “Movimento IRA” intitulado “Um debate entre
anarquismos e marxismos; em busca de pontos comuns para uma luta
conjunta”. Seguidamente deu-se a apresentação da Distribuidora de
Pedagogia Libertária NachoLee e uma conferência chamada:  “O dogma
educativo: uma das formas de conservação do sistema econômico”.
Na área de comunicações, a “Associação Campesina de Antioquia:
Observatório Audiovisual e Investigativo sobre Processos Comunitários e de
Resistência” projetou sua última realização audiovisual, em que fazem uma
retrospectiva de setembro de 2008 a fevereiro de 2009, mostrando como os
meios de comunicação de massa, entre eles RCN e Caracol, apresentaram o
escândalo dos Falsos Positivos. Na mesma linha da temática anterior, o
“Movimento de Vítimas de Crimes de Estado” (MOVICE), comunicou sobre os
processos de denúncia e o sucesso de algumas reivindicações em âmbito
político que estão sendo permanentemente desenvolvidos.
No mesmo dia, foi feito um “debate e aperitivos” sobre o tema “Legalismo,
Cárceres e Expropriação”, em que foram expostas as diferentes práticas
legalistas e ilegais de certo tipo de anarquismo e se evidenciou a
experiência européia e latino-americana do anarquismo individualista
expropriador.
E por último, finalizando com êxito a “Feira de Cultura Libertária”, o
CILEP Bogotá expôs o processo de investigação militante que está sendo
realizado há 8 meses sobre “Anarco-sindicalismo na Colômbia nas primeiras
três décadas do século XX”. O CILEP Bogotá discutiu sobre a influência e
formas de luta e organização anarco-sindicalistas no movimento operário
deste período; tudo isto com a intenção política de mostrar uma referência
de enlace entre o anarquismo e o poder popular na história das lutas
colombianas. O fim do encontro culminou com intensas jornadas de discussão
anarquista e contou com a participação de 120 pessoas, entre elas,
habitantes do bairro Buenos Aires, estudantes, grupos intelectuais,
sindicalistas, coletivos e indivíduos de diversas filiações políticas.
Tradução > Palomilla Negra
agência de notícias anarquistas-ana




More information about the A-infos-pt mailing list