(pt) Israel , Jerusalem, aos 40 anos da guerra de 1967 e da ocupação: conferência de imprensa por coalição não- autoritária, incluindo Anarquistas Contra o Muro não-autoritária, incluindo Anarquistas Contra o Muro [ en]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Segunda-Feira, 14 de Maio de 2007 - 22:03:24 CEST


40 Ocupação - Coalição de Grupos de Esquerda e Activistas organiza acções
de protesto, assinalando 40 anos de ocupação israelita dos territórios
palestinianos ---- www.kibush40.org --- Fazer a avaliação: de 40 anos de
ocupação em Jerusalém - um relatório exaustivo - Uma conferência de
imprensa, terça, 15 de Maio, May 15, 2007 , 13 pm  no New Imperial Hotel,
Jaffa Gate, Cidade Velha , Jerusalem
Na conferência de imprensa apresentaremos os adods sistemáticos sobre as
tendências e mudanças em Jerusalem desde 1967. Como organizações e
indivíduos activas contra a ocupação, iremos referir aspectos que o Estado
de Israel prefere ignorar - nas declarações e no ethos formalmente
apadrinhado de "Jerusalem Unida", tal como na prática quotidiana no
terreno. O nosso relatório detalhado inclui dados e explicações sobre a
abundante construção israelita na região de Jerusalém e as suas
implicações; o confisco de terras em Jerusalem Leste; o abandono das
cercanias palestinianas; o Muro de Separação que atravessa subúrbios; o
sistema educativo em Jerusalém Leste; as limitações à unificação das
famílias; e outros assuntos.

Oradores:

* Hagit Ofran, equipa de observação dos colonatos de Paz Agora, irá falar
das políticas e desenvolvimentos da construção de Israel em Jerusalém
Leste e na região de Jerusalém.

* Dr. Meir Margalit, coordenador no terreno do Comité Israelita contra as
Demolições de Casas e antigo Conselheiro Municipal de Jerusalém pelo
Partido Meretz, irá falar da discriminação dos subúrbios palestinianos em
Jerusalém.

* Um testemunho dum habitante palestiniano de Jerusalém (nome a publicar).

"40 Ocupação" é a convergência de organizações de esquerda e de activistas
(entre eles o Comité israelita contra as Demolições de Casas, Coalição de
Mulheres pela Paz, Gush Shalom, Indymedia, Anarquistas Contra o Muro,
Taayush, Zochrot, Hadash e outros) que estão a organizar as acções de
protesto para assinalar o 40º aniversários da Ocupação. Em ordem a
efectuar uma mudança na realidade e um fim à ocupação, uma táctica de
resistência  ampla é necessária, e portanto o método da Convergência foi o
escolhido, o qual foi utilizado com grande sucesso em lutas tais como as
manifestações de 1999 contra o Banco Mundial em Seattle. Em convergência,
vários grupos organizam-se publicamente em torno de um objectivo comum,
baseando-se numa participação coordenada, mas autónoma e descentralizada.

Durante seis dias, de 5 de Junho a 11, irá ter lugar uma variedade de
acontecimentos incluindo exposições, manifestações, e outros eventos
políticos e artísticos, destinados a colocar na agenda pública a ocupação
e os milhões de pessoas que sofrem sob o seu jugo. As datas de 9-10 de
Junho  foram declaradas como dias internacionais de protesto contra a
ocupação nos Territórios Palestinianos e faremos a principal manifestação
no Sábado 9 de Junho.


* Na conferência de imprensa será distribuído um disco contendo dados,
mapas e fotos.


Por favor, contacte: Adi Dagan, Coalição de Mulheres pela Paz, 050-8575730



More information about the A-infos-pt mailing list