(pt) Islândia: Acampamento de ação conta a indústria pe sada 2007

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 27 de Junho de 2007 - 10:42:12 CEST


Jornada internacional contra as corporações multinacionais apoiadas pelo
governo local, que estão investindo nos recursos hídricos da Islândia, com
a construção de barragens gigantescas, a ponto de produzirem uma
catástrofe ambiental de proporções inigualáveis, destruindo regiões de uma
beleza única, com características botânicas, geológicas, biológicas e
ecológicas de importância cientifica universal.

A campanha "Salve a Islândia", depois de outros dois acampamentos de ação
em 2005 e 2006, este último nas terras já inundadas de Káhrahnjúkar e
contra a represa e a fábrica de alumínio Alcoa em Reydafjordur, volta à
carga para deter a destruição dos ecossistemas islandeses pela
industrialização capitalista.

Todavia existem outros diversos planos para a construção de mais represas,
centrais de energia, fábricas de alumínio e para muitas outras formas de
industrialização corporativa que vêem a Islândia, com todas suas
possibilidades geotérmicas e ambientais, como uma nova região a ser
explorada para retirar benefícios graças à aliança destas empresas com o
governo, sem se importarem com os ecossistemas naturais (em alguns casos
vi­rgens) da ilha.

O acampamento de protesto será um ponto de reunião de ativistas de todas
as partes do mundo e de lugares afetados pela fábrica de alumínio. Parar a
destruição ecológica do último país não completamente colonizado da Europa
seria uma grande vitória, e um incentivo importante para um movimento
global contra a industrialização e o ecocídio.

O acampamento de protesto começará em 6 de julho e continuará ao longo do
verão. Começará com uma grande conferência sobre as conseqüências globais
da indústria pesada, que acontecerá entre os dias 7 e 8 de julho e que
reunirá educadores, ativistas e afetados pela indústria do alumínio,
represas etc, de diferentes partes do mundo para expor as diferentes
experiências e estruturar uma resistência local e global de maior
envergadura.

Proximamente se estabelecerá  o acampamento de protesto. Tratar-se-a de
criar um espaço em que possam fluir todos nossos pensamentos e idéias
contra a industrialização pesada de maneira criativa. Haverá oficinas,
assembléias, atividades de rua, vários concertos de bandas islandesas
emergentes como de outros grupos mais conhecidos mundialmente etc. À
medida que nós vamos nos conhecendo e chegando mais pessoas, o acampamento
irá apresentado atividades para chegar à sociedade islandesa e
internacional.

Igualmente como nos acampamentos anteriores de protesto, nossos atos serão
focalizados na ação direta, como o bloqueio de rodovias ou maquinaria...
etc. Qualquer pessoa com este tipo de experiência será bem-vindo/a.

A localização do acampamento de protesto não será revelado até poucos dias
antes do começo do mesmo. Haverá dois centros de informação em Reykjavik
(Kaffi Hljómalind - Laugavegur, 21) e Egilsstadir. Haverá também um
telefone de contato que será publicado logo. No acampamento a comida será
vegana e se autogestionará por doações, embora será grátis para ativistas
que venham de longe ou pessoas que tiveram que cruzar o mar para chegar
aqui. Se estás interessado/a em participar como cozinheiro/a para grandes
números de pessoas por favor entre em contato: savingiceland  riseup.net

Mais informações em: www.savingiceland.org

Para agir não se necessita algo nem ninguém, só sua própria vontade. Una-te!



agência de notícias anarquistas-ana



More information about the A-infos-pt mailing list