(pt) [CMI Portugal] Troco um Rim por um T2 no Chiado [crónica de manifestação em Lisboa, no domingo pas sado]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 28 de Fevereiro de 2007 - 15:26:11 CET


 Cerca de 500 pessoas manifestaram-se Domingo por uma efectiva política
pública de habitação, contrária à que tem vindo a ser desenvolvida pelas
sucessivas administrações governamentais dos últimos anos.

A acção, organizada pela Plataforma Artigo 65, contou com a participação
de inúmeras pessoas e diversas associações: as comissões dos moradores dos
bairros dos Lóios e das Amendoeiras, em protesto contra os aumentos das
rendas na ordem dos 1000%, impostos pela Fundação D.Pedro IV (1, 2); as
comissões dos moradores dos bairros da Azinhaga dos Besouros, da Quinta da
Serra, da Quinta da Vitória, do Fim do Mundo ou das Marianas, em defesa de
planos de realojamento que tenham em conta todas as pessoas não incluídas
nos Planos Especiais de Realojamento (PER), exemplos práticos da
disfuncionalidade burocrática das autarquias; e centenas de jovens,
cientes das contrariedades inerentes a um mercado habitacional
especulativo.

Esta iniciativa ocorre poucas semanas depois do governo anunciar uma
diminuição de 50% dos apoios financeiros ao arrendamento jovem. Para além
do reforço das provas dos rendimentos, garantindo por exemplo a
incapacidade dos pais para suportar a renda, pretende-se diminuir quer o
valor das comparticipações, quer o período do tempo de atribuição do
subsídio.

As políticas acima descritas fazem parte de um projecto de (re)edificação
urbana, destinado a tornar a cidade um conglomerado de escritórios, sedes
de grandes empresas e condomínios privados, retirando-lhe o seu maior
valor: as pessoas.

A manifestação de Domingo, de certa maneira, veio confirmar a amplitude
deste projecto, ao juntar diversos grupos e tendências numa causa comum: o
direito a uma vida digna numa habitação condigna. Que a resistência à
infâmia seja ainda mais ampla.





More information about the A-infos-pt mailing list