(pt) Dois anarquistas são presos na Rússia, um está em greve de fome

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Terça-Feira, 28 de Agosto de 2007 - 10:20:47 CEST


[O Serviço Federal de Segurança (FSB), agência russa de inteligência que
sucedeu a KGB em relação a assuntos domésticos, tenta fabricar uma
farsante rede de terror anarquista-tchecheno, e prende dois anarquistas.]

Em 14 de agosto a polícia russa prendeu Andrei Kalyonov e Denis Zeleniuk,
ambos da Liga Anarquista de São Petersburgo. Eles estavam se dirigindo
para o Congresso da Associação dos Movimentos Anarquistas em Yaroslavl,
seção russa da Internacional de Federações Anarquistas, a IFA. Faziam uma
viagem de poucos gastos em trens locais e estavam perto da cidade de
Malaya Vishera, quando foram cercados por policiais e detidos. Khasan
Didigov, um checheno que mora em Novgorod, também foi preso separadamente.

No dia 13 de agosto de 2007, o trem Nevsky Express foi descarrilado após
uma explosão que ocorreu debaixo de seus trilhos. A explosão aconteceu a
poucos quilômetros da estação de Malaya Vishera.


Por todos os ângulos em que olharmos este caso, Andrei e Denis somente
estavam no lugar errado e na hora errada. Aparentemente a polícia estava
procurando por “pessoas suspeitas” em volta daquela área e os encontrou.
Eles estavam usando um manto palestino e foram sarcásticos quando a
polícia começou a questioná-los. Testemunhas que notaram “pessoas
suspeitas” próximas ao trem antes da explosão ajudaram as autoridades a
especularem sob algumas pistas, retrato falado dos procurados; embora eles
não parecerem com os suspeitos, eles foram levados.


Veja no link a seguir que um dos anarquistas detidos não se parece em nada
com os retratos falado, compare você mesmo:
http://cia.bzzz.net/rosja_policja_zatrzymala_dwoch_anarchistow_bez_podstaw


Quando se revelou que eram “perigosos anarquistas” eles foram detidos. O
apartamento de Andrei em São Petersburgo foi arrombado e revistado. Desde
que ambos anarquistas haviam tido alguns problemas com a lei anteriormente
e participaram em protestos antiguerra semanais, o Serviço Federal de
Segurança está tentando achar uma ligação entre os anarquistas e os
terroristas tchechenos.

Na verdade não há informações seguras – tudo que as pessoas sabem vem dos
contatos pessoais com jornalistas, que por sua vez tem contatos pessoais
com o Serviço Federal de Segurança.

Foi dito que eles seriam presos por pelo menos 30 dias. Isto é,
presumivelmente, o tempo necessário para investigar e decidir se compele
as acusações. Para tais detenções, a lei permite que isto ocorra em casos
de terrorismo.

Nós iremos tentar obter mais informações, mas tudo está sendo mantido em
segredo. Se eles não forem soltos logo, nós pediremos para que todos façam
manifestações de solidariedade ou enviem mensagens.


Contato: anarchistsolidarity  yahoo.com

Comunicado da Iniciativas Anarquistas de São Petersburgo em 22 de agosto
de 2007

Nós, membros da Iniciativas Anarquistas de São Petersburgo, rechaçamos
categoricamente todas as acusações que se referem aos nossos companheiros
Andrey Kalyonov e Denis Zeleniyuk, e declaramos sua completa não
participação na explosão do trem Nevsky Express.

As convicções anarquistas não propõem manifestações violentas contra o
povo inocente. A propósito, em 13 de agosto de 2007, Andrey Kalyonov e
Denis Zeleniyuk, estavam em São Petersburgo e este fato pode ser
confirmado por algumas testemunhas. Nossos companheiros se encontravam na
comarca de Malaya Vishera porque iam a cidade de Yaroslavl, para
participar no Congresso das Associações dos Movimentos Anarquistas.

Qualificamos esta detenção como um ato ordinário de agressão da parte do
regime autoritário do Estado. Os policias efetuaram uma revista no
apartamento de Andrey Kalyonov violando sua própria lei. Eles forçaram a
porta e usavam os policias municipais como testemunhas desta revista,
ainda que os vizinhos de Andrey estavam dispostos a fazer isto.

O auto de registro não foi apresentado a mãe de nosso companheiro, por
isto todos as "provas" que foram encontradas no apartamento não podem ser
legais, porque os policias atuaram em ambiente de arbitrariedade e
poderiam colocar no lugar da prova tudo o que quisessem.

Colocamos sobre o Serviço Federal de Segurança (FSB, ex-KGB) e
Ministério dos Assuntos Interiores, toda a responsabilidade pela provocação
contra nossos companheiros. Esta explosão pode ser aproveitada só aos que
querem tumultuar a situação no país antes das eleições parlamentares e
presidenciais, porque seu objetivo principal é ficar no poder na Rússia a
todo custo. Esta gente não se detêm ante nada, cometerá qualquer crime,
provocações e atos terroristas.

Chamamos as ações solidárias com os anarquistas detidos. Um deles,
Andrey Kalyonov, declarou-se em greve de fome.

Liberdade a nossos companheiros!

Alguma notícias atuais de São Petersburgo

Andrey Kalyonov já está a 10 dias em greve de fome. Há informações que
estão tentando forçá-lo a se alimentar.

Tanto Andrey como Denis estão agora numa cadeia em Novgorod. O endereço é:
Bolshaya Peterburgskaya, fone 7 25A (8162) 984900.

Ambos anarquistas agora têm advogados que representam seus interesses. É
necessário levantar cerca de 3 mil euros para cobrir as despesas legais.

Um grupo de anarquistas preocupados com o caso de Andrey e Denis decidiram
criar a Cruz Negra Anarquista de São Petersburgo.

Neste último domingo, 26 agosto, na tradicional concentração do Comitê
Anti-Guerra no centro de São Petersburgo, aconteceu um piquete de
informação sobre o caso e pela liberação dos anarquistas detidos.

Conta de apoio aos anarquistas

Bank VTV24 (JSC)
In favour Acc 30301 840 2 00001060000, St.Petersburg, Russsia Bank
VTB24(JSC) Branch7806
Swift: CB GU RUMM
Beneficiary 40817978603060007327
Варгина
Екатерина
Ионовна


Tradução: Marcelo Yokoi e Juvei



agência de notícias anarquistas-ana





More information about the A-infos-pt mailing list