(pt) [Portugal] Luta Social Boletim nº 3, Maio – 2005 -Editorial

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Sexta-Feira, 20 de Maio de 2005 - 18:22:41 CEST


Os dirigentes responsáveis pelo capitalismo globalizado aplaudiram a
entrada da China na OMC há bem poucos anos. Queriam assim assegurar-se que
o gigante asiático iria completar a sua transição do capitalismo de estado
e burocrático para o capitalismo liberal, oferecendo um «El Dorado» para o
investimento dos capitalistas europeus e norte americanos, ansiosos por
deslocalizarem as fábricas para um local onde não houvesse perigo de
contestação operária (sob a férrea mão do partido “comunista” da China),
onde os salários de um mês fossem inferiores aos de um dia nos países
ocidentais e dez ou mais horas diárias de trabalho, como existiu aqui no
século XIX.
Claro que eles sabiam que a contrapartida era deixar a China exportar
livremente os seus produtos, sendo portanto totalmente falsa a sua
“preocupação” actual.
Em Portugal, os empresários têxteis desviaram, durante decénios, as ajudas
(sobretudo da U.E. e do estado português) para a reconversão tecnológica
ou formação dos trabalhadores, para enriquecimento pessoal e gastos
sumptuários... na zona do Norte industrial, onde existe maior concentração
de fábricas de têxteis e de vestuário, é onde há a maior concentração de
Lamborghinis, Ferraris e outros carros de luxo não apenas do país, mas
também de toda a Europa!!!
Agora mesmo, eles estão a usar o pretexto da “concorrência dos têxteis
chineses” para fechar as suas fábricas, para depois irem para outros
países de mão-de-obra ainda mais barata que Portugal; desde a Europa de
Leste fora da U.E., o Norte de África, a Ásia do Sul ou mesmo... a
China!!!
É também lamentável que um partido que se diz operário, faça coro com
eles, dando a entender que “os chineses são os culpados” e não os tais
patrões da indústria!

luta_social  sapo.pt • http://luta-social.blogspot.com/





More information about the A-infos-pt mailing list