A - I n f o s

uma agência de notícias multilínguas de, por e para anarquistas **
Notícias em todos os idiomas
Últimas 30 mensagens (Portal) Mensagens das últimas duas semanas Nossos arquivos de mensagens antigas

As últimas cem mensagens, por idiomas em
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Català_ Chinês_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Grego_ Italiano_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

Primeiras Linhas Das Dez últimas Mensagens
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe

Primeiras linhas de todas as mensagens das últimas 24 horas
Indices das primeiras linhas de todas as mensagens dos últimos 30 dias | de 2002 | de 2003
| de 2004 | de 2005 | de 2006 | de 2007 | de 2008 | de 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018 | of 2019 | of 2020 | of 2021

Contribuir para a-infos

A VISÃO de A-INFOS

SUBSCREVA!
Notícias em português

OU


Descubra as Opções OPTIONS
um serviço de notícias multilingue de, para e sobre anarquistas **

Propusemo-nos
ser os escribas do povo.
Do outro lado da história
a história começou.
E terá novos autores....
Esperneia!
Também nós esperneamos


Descubra as Opções disponíveis.
Há diversas listas por idiomas, listas de diferentes projetos e várias formas de entrega.
Dê uma olhada a Mailman a central automática de e-mail de A-Infos...

Na luta por uma sociedade livre, distribuímos notícias e artigos em várias linguas, cobrindo uma vasta área temática.
Que vai desde as lutas laborais, ambientais e anti-imperialistas até ao combate ao racismo, sexismo e homofobia. .

lots of work to do

A-INFOS-ORG

As listas de A-Infos são autogeridas democraticamente por um coletivo organizado internacionalmente. Saiba como participar. Incentivamos especialmente as mulheres, pessoas de lingua não-inglesa e aqueles que vivem fora da Europa e da América do Norte. Veja a lista das nossas atuais diretrizes.

A VISÃO de A-INFOS

O projecto A-Infos é coordenado por um colectivo internacional de activistas revolucionários, anti-autoritários, anti-capitalistas, envolvidos na luta de classes, que entendem como uma luta social total.

São pessoas que se consideram a si próprias anarquistas revolucionários, anarco-comunistas, comunistas libertários e outros que defendem opiniões semelhantes embora usem outros nomes.

A-Infos está organizado por pessoas que assumem o anarquismo como teoria social; que uma revolução é necessária para obtermos uma nova ordem social, sem classes, a qual só poderá ser levada a cabo pela grande maioria dos trabalhadores.

O tipo específico de anarquismo ao qual nos referimos e que promovemos é o anarquismo dos companheiros de Haymarket e dos que foram perseguidos por Carlos Marx durante a Primeira Internacional por criticarem o seu autoritarismo e elitismo, o seu desprezo vanguardista pelas massas assalariadas.

NÃO apoiamos o tipo de anarquismo proposto por alguns pseudo-modernistas e pseudo-"revolucionários" que consideram ser a actividade simbólica substituto das lutas das gentes, do povo; nem o anarquismo de "humanistas" que dão igual ou maior importância a outras tarefas que não à da abolição do sistema capitalista.

O trabalho de A-Infos não está baseado no egoísmo e no egocentrismo, no individualismo, primitivismo, no "capitalismo livre sem estado" ou num estado sem capitalismo livre -- os quais são contra a ordem capitalista vigente mas não oferecem uma nova ordem social de liberdade, de igualdade e de solidariedade.

Não basta que os indivíduos e grupos usem a etiqueta anarquista para que seus textos sejam distribuídos por A-Infos.

Na luta pela sociedade livre, nós distribuímos notícias e artigos em várias línguas, cubrindo um largo espectro de áreas de luta. Isto inclui frentes de trabalho e focos de luta como a batalha contra o racismo, o sexismo e a homofobia.

A-Infos também distribui notícias sobre indígenas anti-colonialistas em luta contra os colonizadores, contra a ocupação e marginalização, assim como também de anti-nacionalistas e de anti-regionalistas separatistas, pois os trabalhadores não têm país, o mundo é um só e NÃO têm exércitos.

A-Infos é uma agência noticiosa especializada, ao serviço do movimento revolucionário de activistas anti-capitalistas envolvidos nos diversos tipos de lutas sociais contra as classes capitalistas e este sistema social.

A-Infos não é um serviço "liberal", aberto, que distribui qualquer coisa que nos seja simpática -- A-Infos não é Indymedia. È o primeiro utensílio de distribuição livre para informar ácerca de colectivos anarquistas (e de outros anti-autoritários revolucionários) que participam na luta.

Os apoiantes e trabalhadores de A-Infos NÃO pensam que são os únicos que decidem quem, no campo do anarquismo social, é um anarquista "real" ou não é. Porém, como os recursos são limitados, temos o direito e a obrigação de escolher (autonomamente) o que distribuímos, o que achamos melhor de entre as várias contribuições e contribuídores.

A liberdade de associação do Colectivo A-Infos está baseada no reconhecimento de que ela não significa nada sem a liberdade de não se associarem, se os trabalhadores e colaboradores assim o entenderem.

A-Infos tem um papel a desempenhar no movimento anarquista mundial. Informação é fortalecimento. A-Infos contribuí para criar um entendimento no movimento internacional. A-Infos é uma extensão das poucas ferramentas organizadoras internacionais do movimento de modo e com a finalidade de lhe ser útil e não um serviço noticioso gratuito para todos.

A-Infos não se limita a ser uma ferramenta interna do movimento. Tal como o FAQ anarquista, também o apresenta ao público em geral e a uma nova geração, tratando de instruí-los sobre os aspectos internacionais do movimento.

A-Infos é uma agência de notícias anarquista autónoma e não é caixa de ressonância de determinado movimento social. Mesmo quando autoproclamados anarquistas (e mesmo que o sejam realmente) estão envolvidos, não existe garantia de que A-Infos distribuirá as suas contribuições. Mesmo que simpatizemos com os movimentos, isso não garante que os artigos sejam colocados.

A-Infos distribui as notícias e as análises que os trabalhadores querem partilhar com a comunidade mundial de activistas anti-autoritários -- principalmente notícias enviadas por colectivos anti-autoritários e relatos àcerca da acção directa na luta social quer por acivistas, quer por outras pessoas que lutam nas suas vidas diárias.

Quem não esteja satisfeito com o serviço que fornecemos, use os serviços de outros ou construa os seus meios próprios.

A-Infos é um instrumento de organização e de informação do movimento -- não é apenas "notícias por, para e ácerca de anarquistas".

Search ainfos with Google.com

we


Últimos títulos:

(pt) anarkismo.net: Elementos do salário mínimo para 2021 por ViaLibre (ca, de, en, it) [traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Wed Jan 27 07:58:59 GMT 2021

Enquanto a burguesia se prepara para um novo plano de ajuste para sair da crise econômica, aprofundando a precariedade e a exploração do trabalho, os trabalhadores e o movimento popular são ineficazes e retraídos. A síntese das situações que surgem e se perdem na situação de negociação do salário mínimo continua a ser excepcional, e poucos são os momentos de maior e mais geral politização de classe, sentido de comunidade e crítica antigovernamental entre uma classe trabalhadora precária e dividida, que por sua vez, a maioria não participa de negociações setoriais ou acordos coletivos de trabalho e, portanto, tem autoridade única para pleitear a negociação do salário mínimo. Aproveitar esta situação em um sentido classista e libertário continua sendo uma tarefa ...


(pt) [Reino Unido] O Bud Light Putsch (ou a invasão do Capitólio dos EUA) By A.N.A. (en)
a-infos-pt@ainfos.ca
Wed Jan 27 07:58:42 GMT 2021

A irrupção de uma mistura de grupos fascistas, de extrema direita, supremacistas brancos e grupos e indivíduos conspiradores do QAnon no edifício do Capitólio dos EUA mostra a profunda debilidade que reina nos Estados Unidos, agravada por quatro anos de promoção de idéias e políticas reacionárias por Trump em uma ampla gama de questões. Aqueles que participaram da invasão do Capitólio apresentaram uma aliança de interesses que ia além da questão de classe. Então, você pode encontrar um CEO de uma empresa de análise de dados, um proprietário de uma rede de supermercado, um advogado e policiais, ao lado de professores, universitários, corretores de imóveis (agentes imobiliários), bombeiros, bartenders e tatuadores.
...



(pt) France, UCL AL #312 - Sindicalismo, Metalurgia: Florange passa, Mittal voraz (ca, de, en, fr, it)[traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Wed Jan 27 07:55:19 GMT 2021

Tudo começou com uma greve de cortiça na laminadora a quente de Moselle, até atingir proporções nacionais. Isso é uma consequência da Covid-19: os funcionários não podem mais apertar o cinto. ---- Em outubro, um movimento grevista que começou em Florange (Moselle) conquistou mais oito sites franceses do grupo Arcelor-Mittal (Reims, Gray, Pontcharra, Woippy, Ottmarsheim, Saint-Nazaire, Bruyères-sur-Oise, Denain), com greves e até bloqueios. Iniciada no dia 6, a greve foi suspensa três semanas depois, dependendo das negociações anuais obrigatórias (NAO). "Trabalhamos durante todo o período do primeiro confinamento, explica Lionel Kozinski, representante sindical da CGT em Florange, não paramos. Mais de 50 funcionários foram afetados pela Covid e ainda ...


(pt) France, UCL - Testemunho, Policiais na frente, agressores nas costas: a manifestação parisiense de 5 de dezembro vivida na procissão sindical (ca, de, en, fr, it)[traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Wed Jan 27 07:55:04 GMT 2021

Durante a manifestação de 5 de dezembro de 2020 em Paris, a procissão sindical enfrentou violência policial, infelizmente a usual. Mas, pela primeira vez, ele também teve que suportar o assalto de um grupo de manifestantes. Ataques verbais, agressões físicas, saque de equipamentos, queima de uma barricada cortando a procissão em dois e facilitando o ataque policial ... Notícia completa. ---- Todos os anos, no início de dezembro, as organizações dos trabalhadores privados e precários (CGT-Chômeurs rebelles, Agir contre le desemprego, Apeis, MNCP) e vários sindicatos de trabalhadores (incluindo os da CGT, Solidaires e FSU) organiza uma manifestação em Paris contra o desemprego e a precariedade. O de sábado, 5 de dezembro de 2020, fez parte de uma convergência de lutas tanto ...


(pt) federacion anarquista iberica FAI: A ascensão da luz, um pavio para acender o protesto (ca, de, en, it) [traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Tue Jan 26 07:49:52 GMT 2021

As empresas de eletricidade anunciam aumentos significativos em um bem necessário e essencial, principalmente no inverno e principalmente com a última onda polar. Pretendem assim pressionar as pessoas para que, num momento em que é difícil passar sem energia, paguem o que pedem. É um roubo legal, não só com o aval do Estado, mas também promovido por ele, visto que a energia elétrica é um negócio para muitos, mas também para o Estado que leva 26% (21% do ICMS e 5% de imposto sobre eletricidade). ---- O governo de esquerda lava as mãos porque diz que é assunto para empresas privadas, exibindo sua hipocrisia de sempre. Enquanto isso, cresce a pobreza energética e bairros populares como Cañada Real e tantos outros onde abundam os desempregados e empregos precários que proporcionam pouca renda ...


(pt) Germinal Anarchist Group: Solidariedade com Ljubljana ROG (ca, de, en, it) [traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Tue Jan 26 07:46:35 GMT 2021

Esta manhã, um grupo de camaradas e camaradas afixou um cartaz em solidariedade com o ROG de Ljubljana perto do consulado esloveno em Trieste, na via del Teatro Romano. ---- O ROG foi liberado ontem, terça-feira, 19 de janeiro, com uma enorme operação conjunta de polícia e segurança privada. Vários ativistas e ativistas foram espancados e detidos. ---- Sempre estivemos ao lado das experiências de autogestão em Ljubljana e em toda a Eslovênia; realidade que conhecemos e com a qual estabelecemos relações sólidas e profundas. ---- Estamos próximos dos camaradas do ROG e de todo o movimento de Ljubljana. ---- Segue abaixo o apelo internacional de solidariedade recebido por meio do grupo anarquista APL-FAO.
...



(pt) France, UCL AL #312 - Antipatriarcado, Videogame: "Acabe com ele ! »Um sindicato contra o sexismo na Ubisoft (ca, de, en, fr, it)[traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Tue Jan 26 07:46:18 GMT 2021

A empresa francesa de videogames Ubisoft recentemente se viu no centro das atenções em um caso de assédio. Um ambiente de trabalho sexista e virilista denunciado há muito tempo por sindicalistas e trabalhadores do mundo do jogo. ---- A indústria de videogames foi construída por e para homens. Já era o que Mar_Lard denunciava em 2013 em artigo amplamente divulgado na época[1]. Ela criticou a imagem excessivamente sexualizada do corpo da mulher, do colegial, sexista e das piadas frequentes dos homens ou das ondas de assédio online contra quem ousou levantar a voz. Essa atmosfera masculinista tem sido o terreno fértil para o grande movimento alt-right[2]nos últimos anos. Neste verão, é a Ubisoft, uma das líderes mundiais em videogames, criadora de Assassin's Creed , Rayman ou ...


(pt) anarkismo.net: Bolsonaro e o espelho retorcido com Trump by BrunoL (ca, de, en, it)
a-infos-pt@ainfos.ca
Mon Jan 25 07:36:02 GMT 2021

Dois líderes de países membros da Organização das Nações Unidas (ONU) seguiram fielmente os passos do derrotado presidente Donald Trump. Um, de forma subalterna e colonizada, é o presidente brasileiro ---- O "trumpismo tropical" representa o conjunto de mensagens, signos, identidades políticas e posições reacionárias mesclando um passado conservador imaginário que relativiza o período colonial e a escravidão. Esse conjunto de horrores ganhou força com a eleição de Trump em 2016, não por acaso o mesmo ano em que o governo de centro de Dilma Rousseff sofreu um golpe de Estado apelidado de impeachment. Na sua condição subalterna, Bolsonaro apostou que uma relação "privilegiada" com o representante da extrema direita estadunidense poderia fornecer alguns ganhos na diplomacia e nas relações ...


(pt) France, UCL - Chamada de unidade, Manifestação nacional para proibir demissões e cortes de empregos em 23 de janeiro em Paris ! (ca, de, en, fr, it)[traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Mon Jan 25 07:35:37 GMT 2021

No sábado, 23 de janeiro, por iniciativa dos funcionários mobilizados da TUI, e por convocação de um grande número de estruturas sindicais, de coordenação e coletivos, mas também de organizações políticas, incluindo UCL, uma manifestação nacional para banir demissões e despedimentos ocorrerão em Paris, às 14h, na Assembleia Nacional. ---- A Libertarian Communist Union (UCL) é signatária da convocação para a Manifestação Nacional para proibir as demissões e cortes de empregos de 23 de janeiro em Paris reproduzido abaixo. ---- Esta chamada, dirigida por funcionários da TUI e seu sindicato CGT, agora é apoiada por muitas estruturas sindicais. ---- Para a UCL, a necessidade de uma resposta em larga escala que esteja fortemente enraizada no local de trabalho é essencial em face ...


(pt) France, UCL AL #312 - Digital, Censura: Forçar relacionamento (ões) com o Facebook (ca, de, en, fr, it)[traduccion automatica]
a-infos-pt@ainfos.ca
Mon Jan 25 07:32:22 GMT 2021

No final de outubro, a mídia independente Reports de force foi brutalmente e sem aviso, excluída do Facebook. De volta a um episódio que confirma muitas das nossas análises e deve nos impulsionar a ir ainda mais longe na " desgafamização". ---- Links excluídos, novas publicações recusadas: quinta-feira, 15 de outubro, o Facebook atingiu violentamente a mídia independente Force Reports. Este, cujo lema é " Informações para os movimentos sociais ", não recebeu nenhum aviso, nenhuma explicação, e simplesmente descobriu de repente a situação, completamente injustificada - parece que decorre de um reportagem amplamente abusiva de um artigo completamente trivial. ---- Davi contra Golias ? ---- Situação dramática, se houver: mais da metade do tráfego diário do site ...


@

Last updated: Wed Jan 27 08:59:00 2021