A - I n f o s

uma agência de notícias multilínguas de, por e para anarquistas **
Notícias em todos os idiomas
Últimas 30 mensagens (Portal) Mensagens das últimas duas semanas Nossos arquivos de mensagens antigas

As últimas cem mensagens, por idiomas em
Castellano_ Català_ Chinês_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Grego_ Italiano_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ The.Supplement

Primeiras Linhas Das Dez últimas Mensagens
Castellano_ Català_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe


Primeiras linhas de todas as mensagens das últimas 24 horas
Indices das primeiras linhas de todas as mensagens dos últimos 30 dias | de 2002 | de 2003
| de 2004 | de 2005 | de 2006 | de 2007 | de 2008 | de 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018

(pt) Organização Específica Anarquista (Amazonas) (OEA): STIUAM: Não à Privatização do Setor Elétrico no Brasil!

Date Wed, 21 Feb 2018 11:01:48 +0200


Na Quinta-feira (08/02), os/as trabalhadores/as da Eletrobrás Amazonas Distribuição e Eletrobras Amazonas Geração e Transmissão, realizaram uma paralisação de 24 horas. Relato do companheiro nosso que atua na base do STIUAM (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas do Estado do Amazonas): ---- Hoje paramos contra a privatização das seis distribuidoras de energia que operam no Norte e Nordeste do país e contra a demissão em massa de 227 companheiros/as não-concursados da extinta CEAM (Companhia Energética do Amazonas). Cruzamos os braços em repúdio a realização da Assembléia Geral de Acionistas (AGE) que aconteceu em Brasília, e apesar dos protestos, os acionistas aprovaram a privatização das distribuidoras. O leilão está agendado para o dia 30 de Abril.

Outra reivindicação nossa é em virtude da demissão sumária dos/das companheiros/as que ingressaram na empresa sem concurso público a partir de 1993 na extinta CEAM, a determinação partiu do Ministério Público do Estado do Amazonas - MPE. Neste mês, serão demitidos 44 funcionários/as, outros 150 serão mandados embora em Março, e os outros 33 serão dispensados em Abril, totalizando 227 companheiros/as demitidos. Vale ressaltar que essas pessoas prestam serviço há mais de 20 anos e dedicaram sua vida à empresa, tanto na capital quanto no interior, inclusive comunidades longínquas onde o realizam trabalho de operação e manutenção sem condições de segurança e agora são mandadas embora sem qualquer direito e em um momento de crise e desemprego. Nosso sindicato promete entrar na Justiça do Trabalho alegando que a demissão desses funcionários é irregular. Mas não podemos parar por aí. A luta segue.

https://anarquismoam.wordpress.com/2018/02/09/stiuam-nao-a-privatizacao-do-setor-eletrico-no-brasil/ _________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt