(pt) [Rússia] Protesto em embaixada bielorrussa de Moscou pede libertação de anarquista detido By A.N.A.

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 19 de Outubro de 2017 - 08:20:34 CEST


Em Moscou são proibidas manifestações sem autorização prévia da Prefeitura, portanto 
ativistas usam a tática de protestos solitários (quando somente uma pessoa fica com um 
cartaz protestando, e depois reveza com outra pessoa; pela lei russa, o protesto solitário 
não é considerado manifestação). ---- Professor do Departamento de Filosofia da 
Universidade de Pedagogia de Moscou, Riabov foi preso em Baranóvitchi (cidade 
bielorrussa), acusado de vandalismo e sentenciado pelas autoridades, no último dia 11, a 
seis dias de prisão. Desde então ele iniciou uma greve de fome em protesto. ---- Piotr 
Riabov é um reconhecido pesquisador da filosofia anarquista, autor de vários livros e 
artigos. Ele participa ativamente da divulgação das ideias anarquistas, realizando 
palestras de história e de filosofia. Nesta oportunidade, ele viajou à Bielorrússia para 
palestrar, mas sua palestra em Gródno (cidade bielorrussa) foi invadida pela polícia. O 
público presente no evento foi detido e, posteriormente, liberado. Mas, quando se 
preparava para retornar à Moscou, Riabov foi preso.

Participaram do protesto em Moscou estudantes que são alunos e alunas de Riabov e pessoas 
que já assistiram suas palestras. A ação foi apoiada por membros da sessão russa da 
Associação Internacional de Trabalhadorxs (AIT).

Manifestantes carregavam cartazes com os escritos: "Palestra sobre a história não é um 
crime. Liberdade para Piotr Riabov!", "Porque a ciência é perigosa para a Bielorrússia? 
Libertem o filósofo e historiador russo Piotr Riabov", "Desde quando proibiram a 
filosofia?", entre outras mensagens. Felizmente, não houve incidentes durante o protesto.

Fonte, mais fotos: http://www.aitrus.info/node/5010

Tradução > A vagalume


Mais informações acerca da lista A-infos-pt