(pt) [Irãn] Liberdade para Soheil Arabi, preso anarquista iraniano em greve de fome By A.N.A.

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017 - 10:17:05 CEST


Soheil Arabi, o blogueiro iraniano, ativista anarquista, que está detido na ala 7 da 
notória penitenciária de Evin, em Teerã, iniciou uma greve de fome e de sede no dia 23 de 
setembro deste ano, demandando seus direitos básicos. ---- Em uma carta aberta, Soheil 
disse que ele irá continuar a sua indefinida greve de forme e de sede até que as suas 
demandas sejam atendidas. Ele atravessou por um período de greve de fome durante algumas 
semanas, onde a sua saúde se deteriorou severamente. ---- O blogueiro iraniano encarcerado 
recusou-se a ser hospitalizado, apesar das tentativas de oficiais e do diretor da 
penitenciária em transferi-lo para a clínica da prisão. Além disso, Soheil foi proibido de 
receber a visita de seus parentes por conta da sua recusa em utilizar o uniforme da prisão.

Soheil Arabi está preso desde novembro de 2013. Originalmente ele foi condenado à pena de 
morte, depois a sete anos e meio de prisão, por "insultar o Líder Supremo" do país e por 
fazer "propaganda contra o Estado". Arabi ainda enfrenta outros processos por suas atividades.

Segue a carta aberta:

"Aqui, falar a verdade é proibido. Entretanto, sou um anarquista e, portanto, não obedeço 
a proibições. Não posso permanecer em silêncio quando vejo pessoas inocentes serem 
atormentadas aqui na prisão de Evin. Aqui, pensadores livres estão sendo punidos por 
dizerem a verdade.

Não me peça para ficar em silêncio. Nesse momento, ficar em silêncio é a maior das traições.

Eu não choro por ajuda à minha situação. Eu estou em greve de fome para ser a voz de todos 
os prisioneiros inocentes. Eu quero que a nossa voz seja ouvida. Eu quero ser a voz de 
todos os pensadores livres confinados: Manoucher Mohammad Ali, Mahmoud Langroudi, Ali 
Shariate, Yousef Emadi, Arash Sadeghi, Sovada Aghasar e outros seres humanos cujo único 
crime foi dizer a verdade.

Hoje, dia 23 de setembro de 2017, é o terceiro ano que a minha filha começou a ir para a 
escola e é a terceira vez que sou privado de estar a sós com ela. Passei de uma greve de 
fome para uma greve de fome e sede porque não quero que ela me veja mais nessa prisão.

Sohel Arabi, ala 7, Prisão de Evin"

Fonte: https://asranarshism.com/1396/07/07/hunger-strike-24/

Tradução > VizualWatcher


Mais informações acerca da lista A-infos-pt