(pt) [Curdistão] Anarquista estadunidense morre lutando contra o Estado Islâmico By A.N.A. (en)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Domingo, 16 de Julho de 2017 - 06:08:07 CEST


O médico e anarquista estadunidense Robert Grodt (Demhat Goldman), que lutava nas fileiras 
das Unidades de Proteção do Povo (YPG, na sigla em curdo), morreu no dia 6 de julho 
durante uma batalha contra o grupo Estado Islâmico (EI) em Raqqa, na Síria, informou nesta 
terça-feira (11/07) às YPG, em um comunicado publicado em sua página do Facebook. ---- Em 
um vídeo, Grodt, de 28 anos e da Califórnia, disse que decidiu se vincular às YPG em março 
passado "para ajudar o povo curdo na sua luta pela autonomia na Síria e em outros lugares, 
e para ajudar a criar um ambiente mais seguro". ---- Elizabeth Clarke, parente de Grodt, 
disse no Facebook que ele tinha "falecido inesperadamente na Síria". ---- "Ele estava lá 
ajudando pessoas oprimidas, sua paixão de vida", escreveu ela. "Sempre me lembrarei de Rob 
por seu compromisso com seus ideais. Ele e Kaylee me ensinaram a me acorrentar a outra 
pessoa nos protestos dos dias de Ocupe Wall Street e nunca vou esquecer a pronúncia 
correta em grego do meu sanduíche preferido, gyro".

"O mais importante é que serei sempre grata por ele ter estado lá para Kaylee quando ela 
mais precisou de alguém e que ele era um pai maravilhoso para Tegan. Que dádiva deixou ao 
mundo! Obrigada por ser parte de nossa família".

Grodt esteve nas manchetes durante o movimento Ocupe Wall Street em setembro de 2012 
depois de ser filmado indo ao auxílio de Kaylee Dedrick, manifestante que recebeu uma 
borrifada de spray de pimenta da polícia, num vídeo que viralizou de repente. De acordo 
com relatos da época, os dois ficaram próximos depois desse incidente e mais tarde tiveram 
um filho juntos. Falando dessa época, Grodt teria dito: "Nada fortalece um relacionamento 
quanto um agente químico".

Dezenas de voluntários estrangeiros que se juntaram às YPG nos últimos anos morreram na 
luta contra o EI. No entanto, Robert Grodt foi o primeiro a morrer numa ofensiva para 
recuperar Raqqa do controle do Estado Islâmico.

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=9Euk63IYGbM


Mais informações acerca da lista A-infos-pt