(pt) France, Alternative Libertaire AL - anti-racismo, Igualdade ou nada! em Paris em 21 de Março (en, it, fr) [traduccion automatica]

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Domingo, 15 de Março de 2015 - 10:13:01 CET


Porque a nossa indignação não é seletivo, não se esqueça, para com as vítimas dos 
atentados de Charlie Weekly e Hyper-Hide, milhares de migrantes desaparecidos no 
Mediterrâneo e em outros lugares, as vítimas de violência policial em nossa bairros e Rémi 
Fraisse, manifestante morto pela polícia. Nós não esquecemos os mortos em Gaza, Homs, 
Nigéria ou Kobanê e todas as vítimas de guerra que se lembrar as vítimas da violência de 
extrema-direita. É em sua memória que nós chamamos a descer fortemente na rua no dia 21 de 
março. ---- Em 21 de março, que chamamos de demonstrar para o dia mundial contra o 
racismo. ---- Isso acontecerá em um contexto marcado pelo ataque em Charlie Hebdo seguido 
de ataque anti-semita na Porte de Vincennes. Condenamos esses assassinatos e nos recusamos 
esta a ser utilizado para banalizar a islamofobia e reforçar as políticas estaduais 
racistas e draconianas.

Nós não queremos que isso seja usado para legitimar as teorias de um "choque de 
civilizações" que pit uns contra os outros populações devido à sua religião real ou percebida.

Condenamos a islamofobia e anti-semitismo e todas as formas de racismo como condenamos o 
estigma contra bairros populares.

Rejeitamos atos negrofóbica.

Nós nos recusamos a caça migrantes e Roma e as limitações à liberdade de circulação.
Rejeitamos qualquer restrição à nossa capacidade de resistir às políticas anti-sociais em 
nome da "unidade nacional".

Nós nos recusamos a nos resignar a ascensão da extrema-direita - asa ela toma a forma da 
Frente Nacional, abertamente grupos fascistas e agressivamente islamofóbico e / ou 
anti-semitas.

Denunciamos os governos que fortaleceram caça grade indocumentados dos bairros e 
contribuir plenamente para o recrudescimento do racismo e idéias reacionárias, incluindo 
homofóbica e sexista.

Para isso nós nos opomos a nossa vontade de viver juntos e nossa demanda pela igualdade de 
direitos e da justiça social.

Portanto 21 de março vamos manifestar juntos na França e em todos os países do mundo 
contra o racismo e contra o fascismo.

Sem discursos, sexo ou nada!

Exigimos:

a fim de controlos fácies
parar o desmantelamento de acampamentos ciganos
a remoção de leis racistas contra muçulmanos
e à retirada das leis de segurança draconianas
a regularização de todos os não - papéis com uma autorização de residência de 10 anos
o encerramento da Frontex, centros de detenção e liberdade de movimento e de liquidação
o direito dos estrangeiros a votar
Porque a nossa indignação não é seletivo, não se esqueça, para com as vítimas dos 
atentados de Charlie Weekly e Hyper-Hide, milhares de migrantes desaparecidos no 
Mediterrâneo e em outros lugares, as vítimas de violência policial em nossa bairros e Rémi 
Fraisse, manifestante morto pela polícia. Nós não esquecemos os mortos em Gaza, Homs, 
Nigéria ou Kobanê e todas as vítimas de guerra que se lembrar as vítimas da violência de 
extrema-direita.

É em sua memória que nós chamamos a descer pesadamente nas ruas em 21 de março, às 15 
horas, metro Barbès.

Por iniciativa da UNSP (União Nacional dos indocumentado)

http://www.alternativelibertaire.org/?L-egalite-ou-rien-a-Paris-le-21


More information about the A-infos-pt mailing list