(pt) Câmara de Vereadores de Porto Alegre é ocupada por manifestantes 10/jul/2013, 17h51min (en)

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quinta-Feira, 1 de Agosto de 2013 - 14:22:18 CEST


Photos at: 
http://www.sul21.com.br/jornal/2013/07/camara-de-vereadores-de-porto-alegre-e-ocupada-por-manifestantes/Ramiro 
Furquim/Sul21 ---- Às 17h38min desta quarta-feira (10), teve início a ocupação da Câmara 
de Vereadores de Porto Alegre por manifestantes do Bloco de Lutas pelo Transporte Público. 
Militantes de organizações que, há meses, realizam atos na cidade anunciaram na chegada ao 
local que "estão ocupando a casa do povo que não representa o povo". ---- Leia mais: ---- 
- Manifestantes decidem permanecer por tempo indeterminado na Câmara de Porto Alegre ---- 
http://www.sul21.com.br/jornal/2013/07/manifestantes-decidem-permanecer-por-tempo-indeterminado-na-camara-de-porto-alegre/ 
--- Primeira noite da ocupação tem plenário cheio e pouco espaço para o sono 
http://www.sul21.com.br/jornal/2013/07/primeira-noite-da-ocupacao-tem-plenario-cheio-e-pouco-espaco-para-o-sono/

Os manifestantes, cerca de 50 no primeiro momento e mais de 200 durante a noite, exigem o 
passe livre para estudantes e desempregados e a abertura das contas das empresas que 
administram o transporte. O presidente da Câmara de Vereadores, vereador Thiago Duarte 
(PDT), tentou prosseguir normalmente com as atividades no plenário, mas interrompeu a 
sessão quando os manifestantes desceram das galerias. "Não tem conversa / é o passe livre 
que interessa!", foi um dos primeiros gritos que ecoaram na casa.
Segundo os manifestantes, "esta é uma ocupação permanente em repúdio aos vereadores que 
votaram a favor dos empresários e contra o povo" - em referência à rejeição das emendas 
pela transparência nas contas do transporte público que ocorreu no dia 1° de julho.
Por volta das 18h30min,Thiago Duarte e parte dos vereadores conversaram com os 
manifestantes no chão do plenário. Enquanto os vereadores pediam para que não houvesse 
depredação do patrimônio da casa, manifestantes reclamavam a abertura dos portões da 
Câmara para que mais pessoas entrassem.
Os manifestantes já colocaram dezenas de faixas ao longo do plenário da Câmara e armaram a 
primeira barraca. A principal reivindicação imediata do grupo era a abertura dos portões 
da Casa, para que quem está do lado de fora possa se somar à ocupação e participar da 
assembleia.
Em uma segunda conversa com os ocupantes, o presidente Thiago Duarte manifestou 
preocupação com a permanência do grupo. Os ativistas disseram que somente a assembleia do 
grupo decidirá se a ocupação permanece nesta noite ou não.
A Brigada Militar já foi chamada, mas a garantia do presidente é de que a polícia ficará 
do lado de fora da Câmara. A Guarda Municipal observa os manifestantes do lado de dentro.
Após o diálogo com os manifestantes, o presidente havia concordado com a abertura dos 
portões. Depois de um momento de tensão, em que a Guarda Municipal chegou a empunhar as 
pistolas de choque nos portões, eles foram abertos.
Às 20h08min os manifestantes que estavam do lado de fora começaram a ingressar na Câmara. 
Aos gritos de "passe livre já!", dezenas de pessoas se juntaram à ocupação que começou no 
final da tarde. Novas bandeiras, como a LGBT e de movimentos anarquistas, foram estendidas 
no plenário. Por volta das 21h, os manifestantes se apresentaram e iniciaram a primeira 
assembleia da ocupação.
Veja mais fotos da ocupação que acontece agora em Porto Alegre:

------------------------------------

Nos primeiros minutos desta quinta-feira (11), a Câmara de Vereadores de Porto de Alegre 
ainda mantinha traços de como era antes da ocupação - mas a cada instante seu aspecto se 
modifica mais. O tempo dos discursos segue correndo em um dos paineis, mas não há mais 
sessão formal ocorrendo ali - a partir do final da tarde quarta-feira (10), manifestantes 
ocupam as bancadas e galerias da Câmara. Desde o final da tarde de ontem, cartazes tomaram 
o fundo azul do plenário e diversas comissões passaram a organizar a rotina da ocupação do 
local.
Num dos cantos próximos às bancadas dos vereadores, a comissão de alimentação distribui 
sanduíches, água mineral, leite, frutas e bolachas. Por enquanto, há quantidade suficiente 
de comida para que todos os manifestantes passem a noite no local, mas na manhã desta 
quinta-feira - em assembleia, os militantes presentes decidiram permanecer no local - 
novos alimentos serão necessários. Frutas como maçã, banana e bergamota, garrafas de água 
mineral, pacotes de pão e café solúvel podem ser entregues na ocupação. Produtos de 
limpeza, papel toalha e sacolas de lixo também são requisitados.
Leia mais:
- Câmara de Vereadores de Porto Alegre é ocupada por manifestantes
http://www.sul21.com.br/jornal/2013/07/camara-de-vereadores-de-porto-alegre-e-ocupada-por-manifestantes/
- Manifestantes decidem permanecer por tempo indeterminado na Câmara
http://www.sul21.com.br/jornal/2013/07/manifestantes-decidem-permanecer-por-tempo-indeterminado-na-camara-de-porto-alegre/
Outras comissões já foram organizadas após a primeira assembleia da ocupação, que ocorreu 
por volta das 21h desta quarta-feira. A de limpeza busca manter o local nas mesmas 
condições que registava no início da movimentação, enquanto que a de segurança busca 
controlar a entrada e a saída dos manifestantes, além de manter certo diálogo com os 
guardas da casa. Nas paredes, nenhuma pichação foi registrada, e são muitos os cartazes 
que apontam para as reivindicações do processo: "transporte público 100% público", 
"abertura das contas das empresas" e "passe livre para o povo".
Acima da mesa diretora da Câmara, o crucifixo não aparece mais em solidão. Dois cartazes - 
"Jesus é gay" e "Estado laico?" - passaram a acompanhar a estatueta de Cristo. Na 
madrugada, alguns manifestantes buscaram espaço debaixo das bancadas. Apesar das luzes 
permaneceram acesas e da batucada seguir ativa nos corredores, houve quem tentasse dormir 
- a próxima assembleia está marcada para as 8h da manhã desta quinta-feira (11). A quinta, 
aliás, marcará também as caminhadas da greve-geral chamada pelas centrais sindicais.
A primeira noite da ocupação se encaminha para o fim de forma tranquila. A Guarda 
Municipal caminha pela parte externa do local e se mantém em alguns dos acessos do prédio, 
sem contato direto com os manifestantes. Pouco antes das duas da manhã, militantes 
adaptaram canções e movimentos no chão do plenário. "Articulando com os de baixo e 
incomodando os de cima", dizia uma das músicas, prova do fôlego que havia na oitava hora 
consecutiva da ocupação. Mais de cem pessoas permanecem na Câmara de Vereadores de Porto 
Alegre.

--------------------------------------------

Facebook, Federação Anarquista Gaúcha - FAG

De Sul21.com.br : De acordo com a Comissão de Alimentação da ocupação da Câmara de Porto 
Alegre, as principais necessidades materiais neste momento são:

- Maçãs, bananas e bergamotas;
- Água, açúcar, café solúvel e pães;
- Rabo quente e garrafas térmicas;
- Facas e colheres;
- Materiais de limpeza, sacos para lixo, papel toalha e álcool;

Quem quiser doar algum material, basta vir até a Câmara Municipal (Avenida Loureiro da 
Silva, 255) e, enquanto os portões permanecerem fechados, solicitar a algum dos 
manifestantes na entrada para que contate a Comissão de Segurança da ocupação.


More information about the A-infos-pt mailing list