(pt) Onda de repressão contra anarquistas na Turquia, pelo menos 60 pessoas foram detidas

a-infos-pt ainfos.ca a-infos-pt ainfos.ca
Quarta-Feira, 30 de Maio de 2012 - 17:35:56 CEST


Ontem à noite, 14 de maio, forças policiais especiais fortemente armadas e
mascaradas do Estado turco realizaram uma invasão em várias casas e centros sociais
anarquistas em Istambul. 60 pessoas foram presas, mas este número pode aumentar.
Computadores, discos rígidos, publicações e documentos também foram apreendidos.
A "razão" aparente para os ataques das autoridades turcas são às ações promovidas
por "insurrecionalistas anarquistas" durante os protestos do último 1º de maio em
Istambul, onde várias lojas de luxo, redes multinacionais e bancos foram alvejados.
No entanto, as pessoas detidas não fazem parte dos círculos "anarquistas
insurrecionais". Um deles é anarco-comunista de um grupo chamado "Terra e Liberdade"
(Toprak ve Ozgurluk), outro é da "Atividade Revolucionária Anarquista" (Devrimci
Anarsist Faaliyet).

Até agora não foi permitido que nenhum anarquista encarcerado se pronunciasse. Nem
mesmo deixaram que eles falassem com seus advogados. Ainda não se sabe os nomes de
todos os detidos. Entre eles se encontra uma mulher grávida de 8 meses, que sequer
participou do protesto do 1º de maio.

O Estado turco vem desenvolvendo nos últimos tempos a tática de ataques em massa
contra todos os tipos de correntes de esquerda. Centenas de membros do partido curdo
(BDP) e esquerdistas já foram presos por anos sem julgamento e até mesmo sem uma
denúncia criminal clara. Esta é a primeira operação maciça contra os anarquistas.

agência de notícias anarquistas-ana




More information about the A-infos-pt mailing list